https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Querida Dor

 
Open in new window
Querida Dor

Querida dor que me consome,
Fazes parte deste meu intento de viver
Meu corpo se liquefaz em espuma
E uma finitude cega não me deixa ver
Que tu és a essência que me perfuma

Amada dor que talha o meu destino
Rasga-me a carne na triste paisagem
Objeto precioso que faz meu tino
Desfazer-se em um rio tomentoso e
Sem margens.

Libidinosa e atroz que me extasia
Perversa e embriagante
Na lascívia delicada dos teus braços
Faz-me as chagas conhecer
Feres meu corpo com os dedos delicados da agonia
Humano que sou... falho, tolo e desregrado
Caminho descalço neste rio de prazer.

Alexandre Montalvan


 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
137
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.