https://www.poetris.com/
Poemas -> Dedicatória : 

Serenata

 
Tags:  amor    paixão    rimas    romance    SERENATA  
 
Serenata
 
Ao quebrar daquela esquina, eu te vi
Passeando toda empoderada, desfilando
Me seduziu quando passou requebrando
Toda livre para voar, disse que apenas o céu é o limite
Eu nem mesmo pensaria em negar, quero apenas estar contigo.

O meu amor por você é como uma estrela
Brilha, como brilha, e sempre estará acesa
Quem me dera poder lhe dar o mundo, princesa
Olhe aqui o que eu fiz, fiz a ti um poema
Com uma rosa sobre a mesa, eu não tive problema
Pensei em você, com certeza, foi-se embora os dilemas
Minha vida está tão linda, agradeço sua companhia
Sem você do meu lado, isso tudo seria mentira.

Não quero continuar, mesmo que eu esteja certo
Sem minha nega para me amar, qual o sentido?
Um deserto eu vivo, como Kansas, perdi minha esperança
Acredite quando digo, você é a minha doce dama.

Com certeza, não duvide, e, caso combine
De herança, é o meu peito, desejo que fique
Para ti, para sorrires, para pensar em mim
Quem sabe eternizar, antes que chegue o fim
Eu te amo, falo sem medo, sem represália
De chinelo, boné discreto, blusa surrada
Sei que me amas, de todo modo, és clara a regra
Jamais verão o interior, quem cobiça o exterior
Você? Minha alma, que tanto me alegra.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
96
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.