https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A poesia dispensa os porquês

 
Open in new window

Poesia não tem tempo nem lugar,
Pode ser cantada ao luar,
Na quentura do lar
Ou nas encabritadas ondas do mar

Poesia não tem tempo nem hora de morrer,
A poesia deixa o tempo correr,
E longe de envelhecer
Me fez crer…

Crer no seu poder,
Poder que invade a alma sem temer,
Nem desfazer
A magia, que só ela sabe fazer

Poesia não tem língua nem fala português,
Mas conquista a alma do freguês,
Dispensa os porquês
Na hora do fica pés

Poesia não tem dono nem tutor,
Está na voz do cantor,
Está notas soltas do tenor,
E no lúcido pensar do escritor

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
459
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
2
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
sendoluzmaior
Publicado: 08/01/2022 15:16  Atualizado: 08/01/2022 15:16
Subscritor
Usuário desde: 01/05/2012
Localidade: Belo Horizonte
Mensagens: 1059
 Re: A poesia dispensa os porquês
Poesia não tem língua nem fala português,
Mas conquista a alma do freguês,

Sob bandeira não se pode atirar
Gostei do poema
Este fez-me meditar