https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Sonora timidez

 
Tags:  amor    poema  
 
Sonora timidez
 
Sons de uma viola acústica,
suave, refinada, não rústica,
reverberam com nitidez
no resplandecer de sua timidez.

Timbres que elevam os sons
a níveis de divinos sonhos,
erubescem os tímidos enamorados,
inebriados em beijos moderados.

Doce sonoridade imaterial,
que ressabiada ecoa formal
sublimada em melódicas malícias.

Envoltos em reservados acordes,
constrangidos, jovens amantes
esboçam contidas carícias.

 
Autor
Helio.Valim
 
Texto
Data
Leituras
101
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
4
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 23/05/2022 23:54  Atualizado: 23/05/2022 23:55
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29767
 Re: Sonora timidez
Tons atrativos tocado pelos ventos vindo do elo de uma viola, onde tudo se tempera a mágicos toques tocado com magia e ternura. Maravilha em poesia


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 24/05/2022 11:46  Atualizado: 24/05/2022 11:47
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17655
 Re: Sonora timidez
Poeta
Belíssimo soneto, que permite muitas interpretações!
Lembrei de uma moda de viola, que parece poema!
Espero que goste!
Parabéns! Favoritei!
Abraço!
Janna