https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

tu bates bem?

 
Tu bates bem?
Por vezes o silêncio aperta e desperta uma palavra ou outra no papel mudo, sem coração. Mas ao desenhar da ideia rasgue ela um sorriso ou uma lágrima no branco, há um ruído que acaricia a minha intenção. Será coisa de cultura ou arroto gutural, o que me sobra em papel, pedra, tesoura ou será antes coisa de pura negação, música de caos para o ouvido, ou cultural sentido? Só sei que de repente o passageiro tempo encontra mais um silêncio amarrotado no fundo do cesto dos papéis.

Tu bates bem? Pergunta o cão.

 
Autor
RoqueSilveira
 
Texto
Data
Leituras
212
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.