Poemas : 

em Transe

 



sonos esconsos e botas no lixo
a hierarquia volta num só lance
dance senhora de branco de nicho
o povo quer diabos, modo transe
as gentes se movem como de bicho
se tratasse de búfalo em voz grave
e surdos sonos voam em capricho
enquanto as botas novas prendem trave
presas insones libertam alcance
atingem alturas que não se sabe
do povo que continua em romance
despudorado, nu, frente à ave


se meia ginecológica fosse
nem o ópio sabia quem o trouxe






e sou do sítio das borboletas monarcas azuis

 
Autor
AliceMaya
Autor
 
Texto
Data
Leituras
291
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
28 pontos
8
6
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
GabrielaMaria
Publicado: 29/02/2024 10:25  Atualizado: 29/02/2024 18:10
Membro de honra
Usuário desde: 04/09/2022
Localidade:
Mensagens: 1010
 Re: em Transe
.


Gosto, gostei muito dessa imagem criada como se fosse os sentimentos de alguém que tenta, mas enfrenta dificuldades e por gostar inspirou-me a repetir, estou refletindo e penso em escrever sobre os semideuses

"romance
despudorado, nu, frente à ave"


Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=371595 © Luso-Poemas


Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 29/02/2024 23:49  Atualizado: 01/03/2024 10:05
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1898
 Re: em Transe
Olá, AliceMaya


Nesta condição, os limites da realidade se esvaem e a mente mergulha num estado de suspensão entre o consciente e o inconsciente. É como flutuar num oceano de pensamentos e sensações Se a consciência se altera, o mundo em seu redor adquire uma intensidade quase mística. Apesar dos paradoxos a mente é simultaneamente clara e turva, lúcida e sonhadora,
Nesta condição, podemos ser levados para os limites da razão. Lugar onde as feridas da alma podem ser tocadas fazendo ressonância em nossos corações. Nesta conformidade podemos ser levados a explorar os recantos mais profundos da nossa existência!


Em transe tudo é passível de acontecer
Tudo que é nu ou despudorado aquece
Absorvendo a papoula, faz estremecer
Por instantes, o que é vida enlouquece!


Cordiais saudações


Enviado por Tópico
Mimus-triurus
Publicado: 01/03/2024 03:42  Atualizado: 01/03/2024 03:42
Usuário desde: 06/11/2022
Localidade:
Mensagens: 40
 Re: em Transe/ para a AliceMaya
Parabéns!

Um sentimento intoxicado de beleza, este, de sentir o bailado aguerrido das suas palavras, tão bem calçadas!

Mais um poema dentro da caixa mágica.

Um abraço e obrigado pela arte partilhada, poetisa Maya.


Enviado por Tópico
Aline Lima
Publicado: 03/03/2024 17:32  Atualizado: 03/03/2024 17:32
Usuário desde: 02/04/2012
Localidade: Brasília- Brasil
Mensagens: 591
 Re: em Transe para AliceMaya
Querida, Alice.
Sua poesia parece explorar a complexidade da condição humana, a fluidez das relações de poder e a busca por algo mais profundo e significativo. Uma poderosa reflexão sobre o poder e a opressão. Impactante.
Agradeço a partilha e o despertar.
Beijo.
Aline.