https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Menino que choras

 
Tags:  fome    africa  
 
Menino que choras
 
Fruto de uma terra madrasta,
Choras mares menino!
De fome tua barriga se queixa,
Bebes, comes pó,
Nada tens pequenino.

Sonhas, fantasias,
Com algo para esse vazio encher,
Volta, volta! Já no tempo,
Má altura para aparecer…

Senhores do mal invadem a tua terra,
Minha África amiga e vizinha,
Possuem os teus companheiros e irmãos,
Oh Fome faminta!

O tempo passa, os senhores perduram,
Nada muda, tudo igual,
Tu e os teus a comida procuram.
Com um desejo quase fatal!
Choras mares menino…






Cigarrinha

 
Autor
Marlene
Autor
 
Texto
Data
Leituras
4203
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 13/05/2008 03:19  Atualizado: 13/05/2008 03:19
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4527
 Re: Menino que choras
Gostei do seu poema, Marlene
É poetisa, esta maldita fome nunca terá fim...

Quem consegue entender esta cruel desigualdade?

Beijinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/05/2008 04:00  Atualizado: 13/05/2008 04:00
 Re: Menino que choras P/MARLENE
ILUSTRE POETISA, MAIS UM BELO POEMA E UMA FORTE CHAMADA DE ATENÇÃO PARA OS MANDÕES DO MUNDO QUE EM AFRICA E OUTROS LOCAIS BUSCAM A RIQUEZA E EXPLORAM O POVO DEIXANDO-OS FAMINTOS.

UM BELO GRITO ESTE SEU POEMA OXALÁ QUE AS PESSOAS QUE NOS REGEM MUDEM E AJUDEM TODOS AQUELES MENINOS DO MUNDO QUE CHORAM COM FOME, E BUSCAM O SEU AMOR NO VAZIO.

ADOREI UM ABRAÇO AMIGO