https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Góticos : 

Quietude

 
Oh doce dama da noite
Que se oculta sob a escuridão.
Quem já teve a graça de lhe contemplar,
Já não está mais aqui.
Toca com suas mãos o meu ser,
Leva-me para a quietude.
Deixa-me descansar,
Num lugar que aquiete meu espírito.
Negra dama da noite!
Senhora das Trevas!
Desejo ir contigo.
Ah! Até posso sentir as lágrimas
Que não cairão por mim,
Percebo que já fui esquecida.
Estou sozinha e desejo apenas
Encontrar-me contigo,
Gentil senhora
Por tua mão desejo abster-me
De todo este sofrimento
Abdico da luz por preferir
Uma mansa e densa escuridão.
Necessito de ti Dama das Trevas
Vem para mim...<br />Thamires Nayara.copyright © 2006 proibida cópia ou venda sem o conhecimento do autor."A violação dos direitos autorais é crime"(lei federal 9.610)

 
Autor
Thathá
Autor
 
Texto
Data
Leituras
965
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2007 20:37  Atualizado: 21/02/2007 20:37
 Re: Quietude
muito bonito este seu poema poetisa, cada vez melhor nas suas obras.

jinhos

Enviado por Tópico
PedroLopes
Publicado: 21/02/2007 20:42  Atualizado: 21/02/2007 20:42
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2006
Localidade: Montargil-Ponte de Sor
Mensagens: 703
 Re: Quietude
o comentário anterior era meu poetisa

jinhos


Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 21/02/2007 23:42  Atualizado: 21/02/2007 23:42
Administrador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 2095
 Re: Quietude
A sua escrita é negra, quase gótica mas cativa. Muito bom domínio do texto. Vou continuar atento e aguardar novidades com muito interesse.

Valdevinoxis