https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Veias de sangue e tinta

 
Deambulo por noites de rituais

Construídos no véu da ilusão

Danças nuas de vestes no embalar

Em doce afagar feito perdão

Ao sabor da brisa do mar

Almas endiabradas em agitação!

Com os recontros da existência absurda

Abalroamentos de paradoxos

Máscara de rotina cega e autómata dos dias

Experimentam-se as mãos e soltam-se abraços!

Cruzam-se olhares, recolhem-se aforismos

Em redutos de telepatias consumadas

Pés descalços saltam em liturgias

De hilariantes sorrisos báquicos

Em busca incessante do humano

Contempla-se o sol que vai repousar

E estende-se o braço à lua mãe

Que nos embala o extasiado olhar

Convertido liberdade encantada

Agitando os reflexos prateados do oceano

E as crianças que constroem sereias na areia molhada


E perco-me em rios de espuma

Nas margens do meu corpo

Membros se fazem pincel

Mergulho nas águas suaves

E deixo-me cativar pelas ondas brancas de pureza

Catarses transmutadas em depuração do pretérito

Quero que as montanhas de tinta

Que despejo para a tela se materializem

E me assediem num amplexo

Quero que luas imaginárias

E deusas das profundezas e do luar me visitem

Me embalem e me hipnotizem

Não me asfixiem em técnicas canónicas!

Quero rasgar tecidos

Quero esventrar a terra com as mãos

Quero criar fios de cores em gritos

Executar tranças de árvores

Que me controlam os equívocos!
 
Autor
AnaMariaOliveira
 
Texto
Data
Leituras
797
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 14/08/2008 18:58  Atualizado: 14/08/2008 18:58
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11172
 Re: Veias de sangue e tinta
Ana Maria,
Belo o teu poema, um grito de liberdade.
Bjs
Nanda

Enviado por Tópico
jessé barbosa de oli
Publicado: 14/08/2008 19:11  Atualizado: 14/08/2008 19:11
Da casa!
Usuário desde: 03/12/2007
Localidade: SALVADOR, Bahia
Mensagens: 334
 Re: Veias de sangue e tinta
FIQUEI EXTÁTICO COM ESTA VIAGEM
QUE FIZESTE AO CENTRO DE SI MESMA.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 14/08/2008 19:24  Atualizado: 14/08/2008 19:24
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Veias de sangue e tinta
Este poema não só é lindíssimo como
mostra a capacidade que tens de
mergulhar na tua própria alma e
transportá-la com a enorme sensibilidade
que te caracteriza, para as palavras.
Tua fã e amiga,
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
NinaAraújo
Publicado: 14/08/2008 21:06  Atualizado: 14/08/2008 21:06
Da casa!
Usuário desde: 19/05/2008
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 264
 Re: Veias de sangue e tinta
Versos fortes demais e pulsantes...parabéns poeta!Abraços,Nina.

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 14/08/2008 21:14  Atualizado: 14/08/2008 21:14
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: Veias de sangue e tinta
Ana Maria...
Há tempos, não leio um poema assim, quero dizer, da grandeza que provoca a busca do leitor, ao menos comigo foi!!!!!!
Parabéns!
Edilson

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/08/2008 21:21  Atualizado: 14/08/2008 21:21
 Re: Veias de sangue e tinta
Ana mais um poema, onde nos perdemos e nos encontramos, neste mundo dos "equivocos" e das intempéries

Gostei bastante
Dolores

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 15/08/2008 09:00  Atualizado: 15/08/2008 09:00
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Veias de sangue e tinta
Gosto do poema, possui substância, está recheado de belíssimas metáforas mas pressinto um certa dissonância rítmica que advirá, talvez, de uma menos harmoniosa distribuição dos sons e das ideias no espaço do poema. beijinho