https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

ESTRANHO (O) CORPO

 

Sentir vazio o corpo de antanho

como vil carcassa, abatida;

sentir como outro, estranho,

o que se habitou, convicto.

Convicção-Mor Da Vida, vencida

pelo tempo e pelo olhar; gasto.



Sentir estranho o corpo,

vazio de sentido, abatido;

como de outro tivesse sido;

desabitado agora, morto.



Rejeitando sentidos e olhar,

alienando o que nosso foi;

um estranho, a recusar:

- Estranhar tamanha rejeição!

Que ao sentido o que doi

- o perdido, a negação não.


José Jorge Frade

 
Autor
josejorgefrade
 
Texto
Data
Leituras
464
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.