https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Fome Nesse Sempre

 
Tags:  fome    sempre  
 
Fome Nesse Sempre
 
Sempre os mesmos gestos,
Sempre o mesmo olhar,
Sempre os mesmos passos,
Sempre o mesmo não estar.

Sempre o mesmo estado,
Sempre o mesmo perder,
Sempre o mesmo lado,
Sempre o mesmo dizer.

Sempre estar em grande,
Sempre o mundo a topar,
Sempre os mesmos corpos a rastejar,
Sempre a mesma estrada,
Sempre o mesmo nada.

Sempre os mesmos ratos,
Sempre camaleões,
Sempre o mesmo fumo,
Sempre as ocasiões.

Sempre o mesmo, é encontrar,
pensar, deixar para trás
Talvez amanha, pense outra vez.

Sempre a mesma noite,
Sempre o mesmo estar-bem,
Sempre o mesmo engate,
Sempre o mesmo nínguem.

Sempre a mesma falta de cor e humor
Para parar e gritar:
Tenho fome demais,
Quero fome demais.

Sempre as mesmas vozes,
Sempre as mesmas canções,
Sempre o mesmo filme,
Sempre as mesmas razões.

Sempre as mesmas armas,
Sempre o mesmo esquivar,
Sempre o mesmo jogar,
Sempre nunca lutar.

Sempre as mesmas flores,
Sempre o mesmo jardim,
Sempre as mesmas roupas a cheirar a jasmim,
Sempre a mesma calma.

Sempre o mesmo "Hoje não",
Sempre falta de luz,
E os pés no chão.

Sempre o mesmo tecto,
Sempre o mesmo medo,
Sempre o mesmo não-ser,
Sempre o mesmo parecer.

Só cheiro o mundo a andar para trás
E sempre a mesma gente a ficar para trás.
Aparecem, Acontecem, Esquecem que no fundo
Nínguem sabe o que faz.

Tenho fome demais
Quero fome demais

Sempre a mesma vida
Encalhada nesse sempre

Fome demais !


A Poesia nao é de quem a escreve, mas sim de quem a usa" - Pablo Neruda

 
Autor
Zorlack
Autor
 
Texto
Data
Leituras
620
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 10/02/2009 02:11  Atualizado: 10/02/2009 02:11
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14964
 Re: Fome Nesse Sempre p/ Zorlack
Oi Felipe

Sempre, sempre tudo acontece nele
Porque mesmo que o mundo se vire se
revire o ser humano continuará nas
mesmices sem olhar as mudanças que
podem ocorrer dentro do tempo

Um poema muito reflexivo...Obrigado

Beijinhos no coração


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 02/03/2009 16:07  Atualizado: 02/03/2009 16:07
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8225
 Re: Fome Nesse Sempre
TORANJA