https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

velho cavalo velho

 
Um velho cavalo velho a sombra de um arbusto
contemplava tranquilamente o nascer do dia em pé na Praça Sete Palmeira
alheio ao movimento cotidiano de todas manhãs
ruminava paciente seus pensamentos perdidos e nunca encontrados

os operarios esperando seus onibus
as senhoras fazendo suas caminhadas com sua vizinha - tagarelando sobre a vida
uma criança sonolenta bocejava com um saco de pão no canto do Mercado
o onibus azul cheio de pessoas ansiosas para chegar no trabalho

E o velho cavalo velho com uma ferida nas costas
observava tudo em silencio et ruminando
queria soemnte descansar e passar o resto de sua vida
olhando o tenpo sem presumir nada

www.rnrodrigues.over-blog.com
www.desterro.forumactif.com

 
Autor
r.n.rodrigues
 
Texto
Data
Leituras
596
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/04/2009 15:39  Atualizado: 14/04/2009 15:39
 Re: velho cavalo velho
Sempre chego até aqui não conseguindo desvincular seus textos com este seu olhar ao cotidiano local. Dá a nítida impressão que vida passa debaixo da sua janela poeta, aí tu transcreves as imagens para o ledor criando essas expectativas, presumindo tudo.

meu abraço fraterno irmão.

Silveira