https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

FORA DE TEMPO

 
O porquê da causa das coisas
Está tudo fora de tempo
A realidade mistura na tortuosa melancolia
Está tudo fora de mim
O arrependimento turva-se nos sentimentos

O porquê da causa dos sonhos
Está tudo perdido na inexistência da vida
O medo consome a força de esperar por algo melhor
Entorpecimento dos sonhos, quietude do silêncio
A murmurar palavras sibilantes de desespero aos meus ouvidos

O porquê da irracionalidade dos amores
Está tudo fora do tempo
A esperança cortou-se na lâmina negra do desespero
Agora tudo passa tão rápido e disforme
E tudo o que esperava na manhã explodiu com a chegada da noite

Fora de tempo
O medo,
O silêncio,
A espera,
O vazio,
A morte…

Bruno Carvalho

 
Autor
bcarvalho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
590
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 28/05/2007 19:05  Atualizado: 28/05/2007 19:05
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: FORA DE TEMPO
Fora do tempo, fora de mim, do silêncio, tudo é assim!

Belissimo poema! Obscuridade além das incertezas!
Beijinhos

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 28/05/2007 23:07  Atualizado: 28/05/2007 23:07
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: FORA DE TEMPO
O tempo tem sempre tempo para encontrar a raiz do tempo.

Gostei.
Um abraço
Mel de Carvalho