https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Indriso Retrô

 
Tags:  amo    voz    abraços    jamais    traços  
 
Eis aqui meu amigo fermoso
o qual trago no peito, de forma incondicional.
Outra cousa não penso, nem ouso.

Alembro da voz, dos trejeitos, dos traços,
e em meio a tudo, seus abraços.
Embora feo, o amo.

Üa coisa peço, não nego, de forma contumaz.

Que dele eu não me esqueça, jamais.



Cláudia Banegas

 
Autor
Cláudia Banegas
 
Texto
Data
Leituras
537
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.