https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Desespero

 
Meus sentidos fixos
no infinito, no além
Espero com angústia
a morte o fim...
Ela não se recusa
a quem a pede
só basta desejá-la
fervorosamente,
como se desejou a vida
que se viveu
e se amou

Até ela chegar
resta-nos
desespero e solidão...

Ela virá,
nada temas minha dor
podes ir ao seu encontro
devagarinho...

Sente apenas
o imenso vazio
que sentirás depois
o descanso eterno, o repouso.

A desgraça,
que não mais te perseguirá
o medo absoluto
do teu corpo
da tua alma
sedentos de paz...

 
Autor
ASobral
Autor
 
Texto
Data
Leituras
689
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
LiaPansy
Publicado: 13/06/2007 12:23  Atualizado: 13/06/2007 12:23
Da casa!
Usuário desde: 21/05/2007
Localidade:
Mensagens: 291
 Re: Desespero
Em tempos , senti-me assim.
Verás que as sombras voarão.
Um belo dia resplandecerá!
Beijos linda

Enviado por Tópico
Juraci Rocha Silva
Publicado: 13/06/2007 13:12  Atualizado: 13/06/2007 13:12
Participativo
Usuário desde: 09/06/2007
Localidade:
Mensagens: 45
 Re: Desespero
Salve Asobral. Recuso aceitar por ora este chamado, ela que espere...