https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Suspiras veludo...

 
Hoje acordei e o som é sólido.
O canto dos pássaros entra pela minha janela como belas e suaves auroras.
A água com que me lavo mistura-se com pulsões brilhantes e espessas.
A máquina de barbear faz metais cinzentos e ásperos.
O fecho do casaco dispara pequenos sons para todo o lado.
Mastigo algo à pressa e a minha jugular treme alguns ténues véus de cores claras.
Quando fecho a porta atrás de mim esta explode em mil pedaços escuros e gordos que recuam nas paredes.
Agora os meus passos criam crateras duras pelo chão.
Os carros passam por mim e criam espessas nuvens de som que cobrem a luz do sol por toda a rua.
As pessoas amontoam-se com as suas crateras pelos passeios e com o algodão que produzem quando se acotovelam.
Uma porta abre-se e de lá de dentro saem discussões de um rubro inflamado com fôlegos esvoaçantes.
Um cão ladra emaranhados prateados. E o seu dono tira o céu de um acordeão. E as moedas que caem na sua caixa de cartão soltam setas afiadas de clarões de magnésio.
As vozes são fios coloridos que saem das pessoas e se misturam pelo ar. Cruzam-se e voam lentamente. Perdem-se e encontram o seu destino. São tantas cores. Tantas texturas.
São a marca única de cada um. Todas diferentes e todas molhadas pelo líquido que o vento faz quando passa entre as folhas das árvores.
Agora estou contigo. O teu toque larga pétalas brancas.
Suspiras veludo.
Fazes silêncio para conseguires ver o meu sorriso.
E é então que te aproximas e tapas com a mão o teu murmúrio…


Emanuel Madalena

 
Autor
EmanuelMadalena
 
Texto
Data
Leituras
1207
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 13/06/2007 16:52  Atualizado: 13/06/2007 16:52
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Suspiras veludo...
Se pudesse, fazia um comentário com uma sonoridade tão sólida, que se ouviria em todo o lado, só para dizer da excelência deste texto!
Fabuloso e original. Merece ser lido e dito de uma forma que se possa tocar.

Valdevinoxis

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/06/2007 16:59  Atualizado: 13/06/2007 16:59
 Re: Suspiras veludo...
Lindo! É surreal, é tão real e ao mesmo tempo todo cheio de abstrações. Consegues dar corpo e voz às palavras. Possibilita-nos tocá-las! São de veludo!
Bravo!