https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quem me ajuda

 


Desculpem-me se mereço
Mas porque vivo peço
Uma simples ajuda
Á minha alma que expeço
Para vós e se desnuda
Para quem me acuda
Neste meu avesso.



E em mim eu reitero
Na aurora do desespero
Este pedido injusto
Porque nem sei o que quero
E dai que me assusto
A tão baixo custo
Até ao exagero.



Abre-se assim o segredo
Com as palavras de medo
Que pesam no meu desejo
E para pedir não se faz cedo
Já de orgulho e de pejo
Para vós eu me despejo
Neste meu enredo.



Em mim teve o início
Querer sair deste suplício
De amar a vida que escrevo
E a quem me joga neste vício
Pois escrever é o que devo
Ao prazer onde me enlevo
E onde me acho propício.



bloackt:


Nascer para ser feliz

 
Autor
bloackt
Autor
 
Texto
Data
Leituras
613
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.