Poemas -> Sombrios : 

A última página

 
Tags:  vida    céu    sombra    braços    vazia    apelo    cansados  
 
A última página

Nas páginas da minha Vida
Que agora leio em surdina
Há gestos caídos, lágrimas no rosto
E quando o Sol se inclina
Acabamos no mesmo desgosto.

Mastigo sonhos e adormeço
A página vira e eu esqueço
Já nada acontece, já tudo se esquece.

Há dois braços que me chamam
E nessa hora chegada?!
Há dois seres que se amam
Cansados pela madrugada...
Mas a fala é já fria!
Ficam à chama apelando
E mesmo de mente vazia
Ainda assim se vão amando.

Leio páginas sem limite
Que algum Deus liberou
Talvez, nem ELE acredite?!
Que minha alma se esboroou.
É o corpo que já não ousa
Fecho o livro fico distante
Já o silêncio em mim pousa
Morro neste mesmo instante.

Fecho este ciclo sem fim
A última página virei
Já é noite dentro de mim
Mas a derradeira guardei.

rosafogo







Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
570
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 24/08/2009 13:35  Atualizado: 24/08/2009 13:35
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: A última página
Bom encadeado de ideias,denotando tristeza.



Grato por partilhar.




Bj


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 24/08/2009 15:50  Atualizado: 24/08/2009 15:50
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: A última página
No livro dos desencantos existem sempre novas páginas a acrescentar...

Um abraço0!
Abilio