https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de mcatoledo

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de mcatoledo

HORA DO ADEUS

 
HORA DO ADEUS

Olhos baixos, lágrimas escorridas,
nariz fungando na hora do seu adeus.
Essa é a lembrança que tenho daquele dia.

Olhos altivos e apertados pelo meu sorriso,
nariz respirando o ar puro do meu grande amor.
Essa é a vida que você me proporcionou com sua ida.

Olhos fechados e tranquilos,
nariz com respiração ofegante com o amor que faço.
Isso você nunca me deu.

Amém
Marcos Toledo
 
HORA DO ADEUS

Meu beijo – Seu beijo – Nosso beijo

 
Meu beijo – Seu beijo – Nosso beijo

Adoro beijar, um beijo mordido, molhado e arranhado
Um beijo de línguas se trançando, se lambendo e se enxugando
Um beijo apertado, sugado e esfregado
Adoro beijar virando o rosto, encaixando minha boca na sua
Adoro mexer em seus cabelos enquanto a beijo
E apertar seu corpo no meu para que sinta o reflexo desse beijo no meu SER

Adoras beijar leve e suave, úmido e liso
Um beijo encostado, acariciado e parado
Um beijo doce, com cheiro de amor
Adoras carinho nas costas
Adoras beijos na nuca
Adoras beijar com as minhas mãos a te alisar

Adoramos beijar juntinhos, ora calminhos, ora afoitos
Um beijo misturado com pressão do meu lado
Um beijo acariciado do seu lado
Adoramos beijar nos esfregando para sentir nossos SERES unidos se sentindo
Adoramos beijar afoitos, carinhosos até sentirmos nossos SERES úmidos de prazer

Para depois nos amarmos

Amém
Marcos Toledo
 
Meu beijo – Seu beijo – Nosso beijo

NÃO TROCO

 
NÃO TROCO
Perdoe-me
por não trocar
mas, um dia,
eu disse que não trocaria
a minha felicidade pela sua.
Entendo
que você queira
exclusividade,
mas meu coração
é humanitário
e comunitario.
Faço as substiuições
que julgo necessárias
- substituo o sofrimento
por alegrias,
lágrimas nos olhos
por sorrisos nos lábios.
Passo o dia
lambendo lágrimas
para, ao final,
ver sorrisos
Deixo quem merece,
por quem precisa.
Perco meu tempo a ouvir lamentos,
a ouvir palavras vazias.
Não me peça
para deixar de ser assim,
não exija que mude.
Eu não era assim
e não gostava de mim.
Hoje sou assim
e me amo como sou.
Se me quer, me entenda
ou afasta-se
para não sofrer.
Amém
Marcos Toledo
 
NÃO TROCO

DÊ UM NOVO SINAL

 
DÊ UM NOVO SINAL

Agora vejo que fui um cego
Não! Um cego não erraria tanto como eu
Cego conheceria a linguagem do seu amor
E eu? Porque não entendi! Esse sinal

Fiz de tudo para que soubesse que a amava
Preocupei-me com os outros e me deixei de lado
Não imaginei que me amava também
É isso! Foi por isso que me escondi de você

Meu medo foi maior, minha vergonha também
Esse carinho não queria perder sendo afoito
Recolhi-me e aguardei um sinal
O sinal veio e não vi o que fazer agora?

Imploro-te dê-me outra chance
Diga mesmo que em braile que me ama
Dê um sinal de buzina, de fumaça, mas dê-me outra chance
Prometo-te não desperdiçar e amar-te para sempre

Amar-te para sempre?! Ah! Isso já faço ha muito
Prometo-lhe mostrar que não esta enganada em amar-me
Imploro-te dê-me outro sinal de seu amor
Estou aqui morrendo aos poucos com minha ignorância

Estou ferido no coração que sangra
Parece que uma Fera abateu-me para sua refeição
Meu sangue é seu alimento e meu coração sua sobremesa
Imploro-te dê-me outro sinal e não desperdiçarei

AMÉM
Marcos Toledo
 
DÊ UM NOVO SINAL

ALVO

 
ALVO

Não tinha colocado
meu coração em alvo,
mas, você o acertou
sem dó nem piedade,
sem que eu pedisse.
Agora, não sei o que faço,
estou perdido.
Se brigo, você se cala;
se esperneio, você sorri;
se me revolto, você gargalha.
Quando apareço, você some
e, então, eu a procuro
e falo, mas, você cala.
Estou mortalmente ferido
- de amor por você,
fui atingido.
Amém
Marcos Toledo
 
ALVO

SEU CORPO

 
SEU CORPO

Seu corpo é uma orquestra
que pede, incessantemente,
para ser dedilhado, soprado e cantado.
Nesta orgia de sons e toques,
não se pode desafinar,
tudo deve ser bem afinado.
Sopros ao ouvido, toques em mamilos,
cânticos de amor, ao luar,
corpos suados a bailar.
Amém
Marcos Toledo
 
SEU CORPO

FUGA

 
FUGA
Já pensei em fugir
para não precisar mais fingir.

Faltou-me coragem, valentia,
mesmo sabendo o que sentia.

Perdoe-me, meu amor,
sou covarde e sem valor.

A única coisa que posso dizer, na realidade,
é que a amo de verdade.

amém
Marcos Toledo
 
FUGA

ABRAÇO VAZIO

 
Abraço vazio

Por mais que queira lhe dar um abraço vazio,
meus braços preenchem-na com carinho
e prendem-na como corda de navio.

Um dia, pensei em não abraçá-la mais,
mas meus braços, ao verem-na, abriram-se
e, quando senti, você estava no meu cais.

Venha, abra seus braços e abrace-me, também.
Mas, aconchegue-se bem, dentro do meu peito,
e meus braços a protegerão para sempre.

Amém
Marcos Toledo
 
ABRAÇO VAZIO

NÃO SEI POR QUE

 
NÃO SEI POR QUE

Meu corpo flutua, após o nosso amor.
No céu, reaparece a lua
para clarear nosso ninho
e, na cama, a sombra linda de você nua.

Ofegante, você suspira,
em meu ouvido, palavras engasgadas,
com medo, mas com vontade .
Após ouvi-las, minha cabeça gira.

Tenho medo de dizer o mesmo, ao calor,
mas, o faria, após as loucuras de amor.
Em alto e bom som, dizer EU TE AMO.
Mas deixe quieto - por hora, não é de bom tom.
Amém
Marcos Toledo
 
NÃO SEI POR QUE

SONATA DO CORPO

 
SONATA DO CORPO
Como numa flauta, sopro seu pescoço,
num piano, dedilho seu corpo,
numa harpa, aliso seus cabelos.
Como num violão, coloco-a no colo
e, finalmente, numa orquestra,
com os instrumentos juntos,
amo-a na cama e na vida inteira.
Amém
Marcos Toledo
 
SONATA DO CORPO

NUA E CRUA

 
NUA E CRUA
Quero-te nua e crua;

nua de corpo e crua de alma.

Quero arrancar teus gemidos,

ver teus arrepios volumosos,

provar teu êxtase molhado.

Mover-me sobre ti como serpente,

pôr-me sob ti como almofada

e, suados, extasiados, olharmo-nos

e falarmos

TE AMO.


Amém

Marcos Toledo
 
NUA E CRUA

TENTEI CONQUISTAR-TE

 
TENTEI CONQUISTAR-TE

Meus Deus!
Que fui fazer ao falar em conquista?
Mal sei como aproximar-me de ti, mal te tenho à vista...
Como posso querer tal troféu especial?
Na realidade, em sonhos já te tive em profano carnal.
Já te tive em meus laços e te fiz de presa em meus braços.
Já fui teu caçador e tu a caça; jamais imaginei ser caçado.
A fera fugiu e, agora, tu vens dizer “não ter tentado ".
Que pecado teria acontecido entre nós
Se nossos desejos eram os mesmos?
Isso foi atroz.
Pronto! Aqui estou! Deixa-me aproximar.
Deixa-me por- te em meus laços,
Deixa-me envolver-te em meus braços.
Chega de sonhos, vivamos o hoje, o real.
Deixa que falem que sou anormal;
Sê, também!
Vivamos o que foi perdido no espaço.
serei teu etéreo e envolver- te-ei por completo.
Sai da janela e corre para o jardim.
Pisa na grama, rola na relva, mas não foge;
Teu caçador chegou, enfim.

Amém
Marcos Toledo
 
TENTEI CONQUISTAR-TE

PERDIDA

 
PERDIDA

Perdida no mundo,
com o coração nas mãos
- assim, vejo-me, hoje.
Uma grande pena,
você não saber
que este coração
é para você.
Ache-me!
Amém
 
PERDIDA

EU QUERO

 
EU QUERO

Eu quero uma casa de praia
para poder pescar ao seu lado
e ,na imensidão do oceano azul,
esquecer da vida e do passado.
Quero um cão para correr comigo
e uma pequena casa como abrigo.

Vizinhos, muitos, para festejar
o nosso amor, quando desejar.
Churrascos, festas e festejos
nas noites em que houver luar.
Nunca mais quero ver você
a pensar na vida, assim, alheia.
Eu a quero nos meus braços, terna, aninhada,
como no jardim, uma flor recém molhada.

Caminhar na areia de mãos dadas
esquecendo de tudo lá pra trás,
olhar nos olhos um do outro e dizer
que tudo aquilo jaz.
E, deste momento em diante,
amar-nos, somente, nada mais.

amém
Marcos Toledo
 
EU QUERO

ESTAR NO TEU CORAÇÃO

 
ESTAR NO TEU CORAÇÃO

Estar no teu coração é tudo de bom.
Saber que dentro de alguém especial
estou guardadinho, num cantinho.
Saber que ali, quietinho, fiz meu ninho.
Sabes que, aos poucos,
fui pondo tua semente
no meu coração que era carente;
carente de um amor como o teu?
Teu amor me fez aprender
o que é ser forte.
Sensível quando deve ser,
frágil na medida certa
- amar sem medida e intensamente.
Amém
Marcos Toledo
 
ESTAR NO TEU CORAÇÃO

PRISÃO

 
PRISÃO
 
PRISÃO

Saíste, abruptamente, da minha vida
e não soubeste libertar meu coração.
Queria, tanto, ter-te dito isso...
Com a tua saída repentina,
esqueceste de entregar -me
as chaves da prisão.
Mas, descobri
que adoro tê-lo preso a ti.
Criarei um coração novo
se um novo amor aparecer.
Mas, este aqui,
para sempre, teu,
vai ser.
Amém
Marcos Toledo
 
PRISÃO

VELHICE

 
VELHICE
Eu sou velho, estou velho e me orgulho disso.
A velhice existe, sim, pelo menos para mim.
Eu amo ser velho e sobrevivo por causa da velhice.
Meus gostos são melhores e mais apurados,
meus filhos não são mais meus filhos,
meus filhos, agora, são meus netos;
netos são filhos mil vezes melhores.
Meus sabores são melhores,
aprecio melhor minhas comidas.
Um belo café da manhã,
um almoço regrado e acompanhado,
à noitinha o lanchinho delicioso,
tudo saboreado.
Meus olhos são melhores,
agora vejo o que antes não via
- as flores do meu jardim,
o tempo ruim, sinal de chuva
e vejo minha mulher, só pra mim.
Minhas pernas lentas
são as melhores que ja tive,
ando devagar para poder saborear
o que a correria da juventude
não me deixava degustar.
Meu momento sexual é bem melhor,
pois agora aprendi
que sexo é diferente de amor.
Só sinto falta de você, meu amor
que resolveu ir embora, primeiro,
para preparar nosso ninho eterno.
Amém
Marcos Toledo
 
VELHICE

MEUS VÍCIOS

 
MEUS VÍCIOS

Vejo que, em cada drink que bebo, deixo uma desilusão.

Em cada cigarro que fumo, deixo, pra trás, uma paixão.

Faço de vocês meus companheiros de noites mal dormidas,

de uns retratos partidos, de conversas mal resolvidas.

Chamo-os de meus refúgios e meus alentos.

Minha morte é certa, para que ficar em alerta?

Você se foi , todos se foram;

aqui estou só, com eles.

Sempre fui fraca com meus amores,

serei agora, também, com meus sabores.

Perdoe-me, volte, não me deixe.

Imploro-lhe, estou morrendo sem você.

Amém

Marcos Toledo
 
MEUS VÍCIOS

ODEIO

 
ODEIO
Ai, que ódio!
Eu a odeio!
Odeio tanto,
que não consigo
exprimir o quanto.
Sempre fui livre,
meus pensamentos eram meus,
meus sonhos eram meus,
minha vida era minha,
meu corpo era meu.
E, agora, vem você
se aninha em meu coração
e faz do meu corpo, seu.
Faz-me pensar,
sonhar e, pra você, viver.
Eu a odeio por amá-la tanto!
Amém
Marcos Toledo
 
ODEIO

CORUJANDO DIA E NOITE

 
CORUJANDO DIA E NOITE

Não sou de ficar às noites acordado;
sequer penso no meu amor.
Sei que sonho, muito, com ela,
mas não lembro, às vezes, dos sonhos.

Prefiro corujá-la acordadinho, coladinho,
juntinho ao meu corpo, próximo à minha vista.
Assim, delicio-me mais e, claro, sofro menos.
Sofro menos essa maldita distância entre nós.

Amém
Marcos Toledo
 
CORUJANDO DIA E NOITE