Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

241 visitantes online (121 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 6
Leitores: 235

Dandy, MarinaNegre, Givillardo, Alice Luconi, Edilson José, Transversal, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Textos -> Amor : 

NÃO. UM CÃO, NÃO É QUE UM CÃO!

Tags:  amor    animais    fidelidade  
 
Sou alguém que gosta muito dos animais, de todos, pouco me interessa se é cão ou gato, avestruz ou rato, para mim todos seres vivos e no que diz respeito aos animais domésticos, são dependentes das nossas vontades.

Fico furioso quando oiço alguém dizer , por exemplo, um cão não é que um cão!, Estou de acordo e o homem não é que um homem!

Os animais merecem todo o nosso respeito, são animais fiéis aos seus donos e dotados de inteligência e um grande sentido de amor.

Quando nós vemos os animais ditos selvagens, como eles tratam os seus filhotes e quando nós vemos certas pessoas que matam os filhos como foi o caso aqui em França onde esta semana foi descoberto um terceiro bebé recém-nascido num congelador e que é já o terceiro da mesma mãe, é de bradar ao Céus.

Assisti hoje na TV a um programa sobre os animais, principalmente cães que nos mostrou um incêndio num prédio onde felizmente os habitantes se salvaram sem danos físicos, mas nesse prédio em chamas ficaram três gatinhos, pois bem, um cão de pequena raça, teve a coragem e o sentido
(ia a dizer de humanidade) mas não, mas não sei, o sentido da vida? O sentido do amor por um outro animal que nem sequer era da sua raça? Não sei explicar o que sei, foi que esse cãozinho entrou no prédio que ardia e em três vezes trouxe os três gatinhos para a rua correndo ele mesmo risco de vida, e que os bombeiros o conseguiram salvar com máscara de oxigénio.

Assim que recuperou, não parava de lamber os três gatinhos como se de seus filhotes se tratasse.

Não meus amigos: Um cão, não é que um cão!

A. da fonseca



SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 116430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

Autor
Alberto da fonseca
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 608
Favoritos 0
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
VOU PEDIR AOS ASTROS (vERSÃO 2)
VOU PEDIR AOS ASTROS
A VIRAGEM DAS NOSSAS VIDAS [1]
coração alado
VALSAR COM A VIDA
Aleatórios
NOÉ, O PATRIARCA
A MORTE DE 2011
O MEDO
O JAVALI BRANCO
O CRAVO E O SATANÁS
Favoritos
Poço de dor - TrabisDeMentia
APENAS UMA MULHER - ângelaLugo
AVISO DE COBRANÇA - Sterea
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 19/12/2009 22:06  Atualizado: 19/12/2009 22:06
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11695
 Re: NÃO. UM CÃO, NÃO É QUE UM CÃO!
Amigo Alberto

penso assim algumas [muitas] vezes, que bom seria se os humanos tivessem todo o amor que estes seres carregam em vidas que muito poderiam ensinar assim se queira ver...


Beijos

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 19/12/2009 22:11  Atualizado: 19/12/2009 22:11
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: NÃO. UM CÃO, NÃO É QUE UM CÃO!
Sempre defendi os animais, tenho duas cadelina e hoje fiquei impressionado quando vi um cão ó cadela, não sei, que naõ é muito maior do a minha, deve pesar visto o peso da minha cerca de 8 a 9 quiolos ter a coragem de ir buscar os três gatinhos.

Obrigado Ana Coelho

Bjs poetisa e bom fim de semana

A . da fonseca

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 19/12/2009 22:29  Atualizado: 19/12/2009 22:29
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3849
 Re: NÃO. UM CÃO, NÃO É QUE UM CÃO!
Eu costumo dizer que quem não gosta de animais, também não pode gostar de pessoas.
Bem sei que é uma afirmação um tanto ou quanto arrogante e até talvez pretenciosa, mas é assim que o sinto...

Tenho um gato que aqui em casa (o meu rafael) é tratado como se fosse da família, aliás, ele é da família!
Chego a ligar o radiador só por causa dele, para que não sinta frio e ele sabe, pois por vezes responde-me com miados que me dizem:obrigado!

Um beijo natalício soprado daqui com muito carinho, Alberto

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 19/12/2009 23:22  Atualizado: 19/12/2009 23:22
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: NÃO. UM CÃO, NÃO É QUE UM CÃO!
Os animais merecem todo o nosso carinho Cleo.
Eles nada nos pedem e nos dão muito.


Obrigado Cleo pelo seu comentário.

bjs e festas muito felizes
A. da fonseca

Enviado por Tópico
Caopoeta
Publicado: 20/12/2009 00:03  Atualizado: 20/12/2009 00:03
Colaborador
Usuário desde: 12/07/2007
Localidade:
Mensagens: 2020
 Re: NÃO. UM CÃO, NÃO É QUE UM CÃO!ao ALberto
caro Alberto,
um rato é cobaia,o gato apanha o rato,o cão apanha o gato..quando não é isso que acontece desenlaça-se o deslumbre o deslumbre não é mais do que a natureza a pregarmos boas partidas ,nem sempre o homem percebe a atitude do cão ,nem o cão percebe a atitude do gato nem o gato a atitude do rato..nem eu,honestamente, quero saber do deslumbramento do homem..porque o devíamos ter mais e mais vezes..continuamente!

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 20/12/2009 09:35  Atualizado: 20/12/2009 09:35
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: NÃO. UM CÃO, NÃO É QUE UM CÃO!ao ALberto
E se ficarmos deslumbrados com os animais. Amálos como eles são e não como aquilo que queremos que eles sejam?. Os respeitar como ser vivo sem lhe dar o tal desprezo, porque como alguns dizem, um cão não é que um cão?
Tenhos duas cadelitas, elas não me pediram para vir para aqui, fomos nós que as trouxemos, então merecem, do respeito
Chegam as férias e é velos abandonados nas estradas, atados às arvores nas florestas morrendo de calor fome e sede. Eu digo NÃO, NÃO!

E quando se vê o que eu vi ontem, é na verdade impressionante, as pessoas não ligaram nenhuma aos gatos, ninguéms os trouxe mas o cãosito, pequeno foi lá buscalos, fiquei emocionado.
E quando encontramos cães inteligentes que até são poetas, vou acender uma vela na noite de Natal para ele e desejar-lhe longa vida festas muitos felizes

Aqele abraço

A. da fonseca

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...