http://spumis.pt/
 
Poemas : 

DESPERTAMENTO

 
Tags:  vida    despertamento  
 
DESPERTAMENTO
 
Quadro de Diaz Alama



Tirou a roupa
e enxergou a força
do dia dentro de si mesma.
Viu discos-voadores
no mar, garçons quase franceses,
comidas difíceis de falar,
palavras poéticas que andavam.

Sentiu tudo:
a intensidade de ser
o que nasceu para ser,
o belo já desapercebido,
o inconcebido morando no espelho.
Viu-se nova, viu-se velha,
viu-se assim.

E maravilhada,
balbuciou "sou poeta"
para a janela aberta,
para as flores da noite,
para a vida soprando
sonhos com delicadeza,
para a mulher tão extraordinariamente
comum que ainda respira
em seus versos.



Karla Bardanza
 
Autor
Karla Bardanza
 
Texto
Data
Leituras
1003
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 18/07/2012 17:22  Atualizado: 18/07/2012 17:22
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3481
 Re: DESPERTAMENTO
Obrigada a todos que leram.

Karla B

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/07/2012 18:02  Atualizado: 18/07/2012 18:02
 Re: DESPERTAMENTO
Mas eu ainda não tinha lido! Li e fiquei fascinada como sempre fico quando te leio.

Um poema exímio, como sempre!


Beijo azul

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...