Poemas, frases e mensagens de Robertojun

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Robertojun

Nasci no dia 28 de maio. Sou autodidata. Poeta por vocação. Já participei de 5 antologias. Casado com a também poetisa Mary Jun que também posta aqui no Luso-Poemas a qual eu recomendo a leitura.
Abraço,
Roberto Jun

UM MIMO PARA O MANU (ACRÓSTICO)

 
UM MIMO PARA O MANU (ACRÓSTICO)
 
UM MIMO PARA O MANU
(ACRÓSTICO)

M= Mestre é tu na poesia
A= A quem todos os dias visito
N= Nos versos feitos com maestria,
U= Um colírio para os olhos eu tenho dito.
F= Fico horas lendo, relendo e refletindo
E= E só depois então é que comento;
R= Respondes com comentário lindo
N= Nas palavras que vêm como acalento.
A= A poesia vem com força e, mais eu digo:
N= Não são versos que voam com o vento
D= Deus te conserve feliz em teu abrigo
E= Escrevendo e partilhando o sentimento.
S= Sem mais, recebas um abraço deste amigo!

UM PRESENTE PARA VOCÊ MEU AMIGO.
 
UM MIMO PARA O MANU (ACRÓSTICO)

VENCI!

 
VENCI!
 
VENCI

Hei!
Chegou a hora da virada
E é por isto que estou aqui.
Desta vez vou dar de goleada
E gritar bem mais alto:
V E N C I !
 
VENCI!

Eu, tu, o sol e a lua

 
Eu, tu, o sol e a lua
 
O Sol é belo,
É amarelo
Da cor de ouro.
E tu, donzela:
Sê, minha bela,
E meu tesouro!

A Lua é clara
E não se declara
Pro Sol, seu bem.
Então, morena,
Me ame, por pena,
Mas vem logo, vem!

O amor, é tudo,
Sempre me iludo:
Não tomo jeito.
Pois adorar-te,
E desejar-te;
É o meu defeito.

Eu quero, querida!
Viver a vida
Junto de ti.
E, com certeza,
A Natureza;
Já agradeci.

Paixão assim,
Nunca tem fim;
Pois perpetua,
Até acontecer
De o Sol nos ver
E amar a Lua!...
 
Eu, tu, o sol e a lua

ALGUÉM QUER...

 
ALGUÉM QUER...
 
ALGUÉM QUER...

Alguém quer a todo custo
Só difamar este poeta.
Porém eu não me assusto;
Por que tenho minha meta.
 
ALGUÉM QUER...

ME ESPERE ATÉ AMANHÃ [1]

 
ME ESPERE ATÉ AMANHÃ [1]
 
 
ME ESPERE ATÉ AMANHÃ [1]

M - Meus dias tornaram-se tristonhos
E - E minhas noites bem mais frias...

E - Eu vi meus sonhos se desabarem,
S - Só restaram pesadelos e agonias.
P - Perdi a esperança e o rumo
E - E agora nem sei como caminhar.
R - Reerguer a casa, sem ter prumo?
E - E sem ter os sonhos para sonhar?

A - Ah, que sina cruel essa minha,
T - Tudo que vejo me faz lembrar
E - Ela, minha amada, minha Rainha!

A - Ah, se eu pudesse vê-la agora,
M - Meus olhos voltariam a brilhar,
A - A tristeza e a saudade iriam embora,
N - Nem mesmo uma só lágrima iria rolar;
H - Hoje, esta dor que me devora:
A - Âncora que me arrasta ao fundo mar!...


ATENÇÃO: Você que visitou a minha página e leu este poema. Se gostou, por favor clique no botão POSITIVO, se não gostou clique no NEGATIVO. Seja qual tenha sido sua opção eu agradeço.
Abraço e volte sempre.
Roberto Jun
 
ME ESPERE ATÉ AMANHÃ [1]

... COBRIR-TE DE BEIJOS

 
Assim como o tempo...
Hoje eu amanheci nublado.
Portava a cara fechada,
e pela janela aberta
vi que o céu chorava...

Não perguntei o porque
de todo aquele pranto.
Embora estivesse curioso
e quisesse saber os motivos,

simplesmente fiquei olhando
por apenas alguns segundos...,
pois eu tinha outros afazeres,

como por exemplo: voltar pra cama,
acordar-te e cobrir-te de beijos!
 
... COBRIR-TE DE BEIJOS

Você quer que eu seja seu marido? [1] Felizes para sempre.

 
Você quer que eu seja seu marido?

Vê como minhas mãos estão tremendo
E o semblante um tanto avermelhado.
Há muito que minh'alma está querendo
Estar o tempo todo ao seu lado.

Ouça o que meus lábios estão dizendo,
Sinta meu coração acelerado.
Não consigo ocultar que estou sofrendo,
Nem negar que por Cupido fui flechado.

Por isso, vou fazer-lhe um pedido,
Mas não precisa responder-me agora:
Você quer que eu seja seu marido?

Ou prefere que eu vá me embora...
Se aceitar valeu a pena ter nascido,
Seremos felizes pela eternidade afora.
 
Você quer que eu seja seu marido? [1] Felizes para sempre.

ANDRÉ

 
(Acróstico dedicado ao meu filho)

Ainda trago viva na memória,
Não esquecerei enquanto vivo for
Do dia que nasceste, e te dei amor,
Reergui a cabeça e mudei a história
E orei, e louvei, e agradeci o Senhor!
 
ANDRÉ

... ARDILOSO POETA

 
... ARDILOSO POETA
 
...ARDILOSO POETA

Quando o poeta se assenta
Para seus versos compor.
Muitas mentiras ele inventa:
Apenas para iludir o leitor.

Pois o que o poeta escreve
Quase nada daquilo é real.
Pois nenhum poeta se atreve
A descrever seu próprio mal.

E dessa forma e maneira
Segue vivendo seus dias.
Fingindo ser verdadeiras,
As frases das poesias.

Assim consegue esconder
De todos os seus amargores
Pois não deixa ninguém saber
De suas tristezas e dissabores.

Ah, escrevo embaixo e assino
Em linha torta, ou em linha reta:
Sou velho, sou moço, ou menino?
Ou somente um ardiloso Poeta!...
 
... ARDILOSO POETA

Obrigado meu Amor!

 
Obrigado meu Amor!
 
Obrigado Meu Amor!

De repente, você chegou
E, entrou em minha vida.
E o tempo todo se dedicou
A cuidar das minhas as feridas.

E, eu que sofria tanto,
Que chorava pelos cantos
E eram noites os meus dias...
Mas, agora, vivo sorrindo,
Foi muito bom você ter vindo
Pois só me trouxe alegrias!

Obrigado! – Minha querida!
Eu hei de fazer você feliz,
Pois entrou em minha vida:
E arrancou o mal pela raiz!...

Este poema e as flores da imagem são pra você minha amada. TE AMO!
 
Obrigado meu Amor!

Casas-te comigo? [1] Não digas não

 
Casas-te comigo?

Ofereço-te todo o meu amor,
Vou pôr em tuas mãos a minha vida.
Não me digas não, por favor:
Casas-te comigo Ó querida?

Tu minha amada és a preciosa flor,
Mais perfumada e a mais bem-nascida.
Permitas-me que eu seja teu beija-flor
E que jamais te deixe esmaecida.

Prometo cuidar de ti com carinho,
Não deixar-te só um segundinho;
Pois é de ti amor que eu preciso.

Ah, meu amor eu te amo tanto,
Então cantemos juntos este canto
E façamos desta união o Paraíso!
 
Casas-te comigo? [1] Não digas não

Remove...

 
Remove...
 
Remove...

Quando amamos verdadeiramente
Nada existirá como empecilho.
Ninguém tira do peito simplesmente
Ninguém. Nem pai, nem mãe e nem filho.

O amor é conhecido pelo brilho
Dos olhos quando se olha fixamente,
Pensamentos povoam a nossa mente;
Como se fosse acionado um gatilho.

Deixamos tudo pelo ser amado,
Pois só o amor é o que importa;
Por ele agimos certo ou errado.

Pra ele escancaramos a porta,
Pois o amor consola e conforta:
Remove as lembranças do passado!...
 
Remove...

Me leva, me leva... [1]

 
Me leva, me leva... [1]
 
Me Leva, me leva...

Se não te esqueço é porque te amo
Dia e noite estou pensando em ti.
A todo instante o teu nome chamo
Bendigo o dia que te conheci.

Naquele instante eu me apaixonei
E dentro de mim me pus a pensar
É esta a mulher que sempre sonhei
Com ela eu sei que quero casar.

Então sem demora sua mão segurei
E um poema de amor a ti declamei
Os versos fluíam e bailavam no ar.

Teu corpo e o meu ambos tremiam,
Tua boca calava, mas teus olhos pediam:
Me leva, me leva, me leva pro altar!

ATENÇÃO: Você que visitou a minha página e leu este poema. Se gostou, por favor clique no botão POSITIVO, se não gostou clique no NEGATIVO. Seja qual tenha sido sua opção eu agradeço.
Abraço e volte sempre.
Roberto Jun
 
Me leva, me leva... [1]

De vida Eu Entendo

 
De vida Eu Entendo
 
De Vida Eu Entendo

Há em ti estranha magia,
Que embriaga e entorpece.
Eu me recuso, mas, todavia,
A tua presença me aquece.

São teus olhos amendoados?
Que, de minha mente não sai,
Ou, os teus cabelos cacheados?
Que me fascina e tanto me atrai.

Será esta tua voz um tanto rouca?
Teus gestos e o sorriso angelical?
No instante em que beijo tua boca
Eu me realizo e a entrega é total.

Nem vejo o tempo que se escoa,
Estou contigo e de nada me arrependo.
Sou um pássaro que ao ninho voa:
Tu és minha vida, e de vida eu entendo!...
 
De vida Eu Entendo

E Ficara...

 
E Ficara...
 
E Ficará...

Têm dias que desperto indisposto
E, nesses dias, aquieto-me num canto.
Tento sorrir pra disfarçar o pranto
Que por teimosia, rola em meu rosto.

Busco as causas de tanto desgosto,
Não vejo motivos, mas, no entanto
Fico perplexo e, até me espanto;
Por isso que evito me pôr exposto.

E, vou cumprindo minha triste sina,
O coração calado não incrimina.
Assim, mantenho a salvo meu segredo.

E quando um dia eu daqui me for:
Irá comigo a curiosa dor
E ficará aqui o nefasto medo!...
 
E Ficara...

VEM

 
VEM
 
VEM

Vem por favor, ouvir o canto,
de quem ama e sofre tanto,
mas, que vive sem ninguém.

Vem ligeiro, vem agora,
vem depressa sem demora,
pois preciso ter alguém!

Vem ver quanta tristeza,
por que só assim terá a certeza
da falta que me faz um bem.

Vem consolar esse poeta,
pois a vida só se completa:
quando um grande amor se tem!

APENAS INSPIRAÇÃO POÉTICA.
 
VEM

QUERES SE CASAR COMIGO? [1]

 
QUERES SE CASAR COMIGO? [1]
 
QUERES SE CASAR COMIGO?

Para não perdermos tempo
vou te dizer poucas palavras:
EU TE AMO! QUERES SE CASAR COMIGO?

ATENÇÃO: Você que visitou a minha página e leu este poema. Se gostou, por favor clique no botão POSITIVO, se não gostou clique no NEGATIVO. Seja qual tenha sido sua opção eu agradeço.
Abraço e volte sempre.
Roberto Jun
 
QUERES SE CASAR COMIGO? [1]

... Pedir-te em Casamento [1]

 
... Pedir-te em Casamento [1]
 
... Pedir-te em casamento

Tu sabes que não sou perfeito,
Pois ninguém é perfeito aqui na terra.
Todo ser humano tem um defeito
E mesmo não querendo às vezes erra.

Existe caminho largo e estreito,
Assim como há planície também há serra.
Não podemos desfazer o que foi feito,
Mas temos que tentar por fim à guerra.

A guerra entre a alegria e a tristeza,
Esta que deixa a gente sem defesa.
Aquela que só traz contentamento.

É por querer a alegria com certeza
Que venho à tua presença Ó princesa:
Estou aqui para pedir-te em casamento.

ATENÇÃO: Você que visitou a minha página e leu este poema. Se gostou, por favor clique no botão POSITIVO, se não gostou clique no NEGATIVO. Seja qual tenha sido sua opção eu agradeço.
Abraço e volte sempre.
Roberto Jun
 
... Pedir-te em Casamento [1]

É MADRUGADA...

 
É MADRUGADA...

É madrugada estou pensando...
Meu pensamento voa longe...
Está lá, bem perto do meu amor
Querendo sentir o seu calor
E doido pra ganhar seus beijos...
Sim, lá estou em pensamento
Vivendo um doce momento
Saciando a fome e os desejos.
É madrugada, silêncio absoluto,
Não vejo nada, e nada escuto.
Não, eu não estou aqui, lá estou
E quanta felicidade sinto agora
Mas, madrugada você passou...
Volte! Por favor não vá embora!
 
É MADRUGADA...

Somos Dois Apaixonados

 
Somos Dois Apaixonados
 
Somos Dois Apaixonados

Não dá mais para ocultar
Uma paixão tão grande assim.
Somos dois apaixonados,
Eu por você, você por mim!

A paixão está em nosso olhar,
E quem nos olha, logo vê.
Que estamos apaixonados,
Você por mim, eu por você.

Se estamos separados,
É um vazio que não tem fim.
Pois somos dois apaixonados,
Eu por você, você por mim.

Vou anunciar nos classificados
Do jornal, da rádio e da tevê.
Que somos dois apaixonados,
Você por mim, eu por você.

No futuro, então casados,
Passearemos pelo jardim.
E muito, muito apaixonados,
Eu por você, você por mim.

Caminharemos de braços dados
Sempre alegres só porquê.
Seremos sempre apaixonados,
Você por mim, eu por você!...
 
Somos Dois Apaixonados

Roberto Jun