https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Anarda Adormecida!

 
Repousa em águas lentas e serenas...
Em leito sacrossanto, Anarda dorme...
Não. Ainda não queremos que ela acorde.
Deixemos descansar a triste Madalena.

Anjos fugidos dos céus a cobrem de cantos
As orações humanas a conforta e a alimenta
O amor único e genuíno ainda nos sustenta
Enquanto Anarda sonha em lagos mansos...

Em seus sonhos o ar está coberto de pássaros
O sol, mesmo na negra noite, sempre a brilhar.
Borboletas e outros insetos correm pelo espaço
Anarda corre nua pelos prados a sorrir e a brincar!

Meu pranto orvalhado tende a cair por ela,
Pelo amor da minha vida... Minha doce amada!
Uma casinha branca com uma imensa janela
Lá te vejo esperando-me... Minha linda... Anarda!

Não sei se morro ou se eu vivo pelo meu amor
Sei que me agiganta a alma e ao corpo povoa
Felicidade me invade... O meu Sol Acordou!
A criança que ontem chorou... Hoje Voa!




Gyl Ferrys

Repousa em águas lentas e serenas...
Em leito sacrossanto, Anarda dorme...
Não. Ainda não queremos que ela acorde.
Deixemos descansar a triste Madalena.

Anjos fugidos dos céus a cobrem de cantos
As orações humanas a conforta e a alimenta
O amor único e genuíno ainda nos sustenta
Enquanto Anarda sonha em lagos mansos...

Em seus sonhos o ar está coberto de pássaros
O sol, mesmo na negra noite, sempre a brilhar.
Borboletas e outros insetos correm pelo espaço
Anarda corre nua pelos prados a sorrir e a brincar!

Meu pranto orvalhado tende a cair por ela,
Pelo amor da minha vida... Minha doce amada!
Uma casinha branca com uma imensa janela
Lá te vejo esperando-me... Minha linda... Anarda!

Não sei se morro ou se eu vivo pelo meu amor
Sei que me agiganta a alma e ao corpo povoa
Felicidade me invade... O meu Sol Acordou!
A criança que ontem chorou... Hoje Voa!


 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1327
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 21/02/2010 15:07  Atualizado: 21/02/2010 15:07
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8268
 Re: Anarda Adormecida!
"As orações humanas a conforta e a alimenta"...creio haver aqui um erro de conjugação verbal...
No entanto, a tua escrita, embora use muito a palavra linda, considero-a de boa qualidade, porque de ideias envolventemente poéticas.
Bom Domingo Gyl