https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Não sou real sou de metal

 



O mar todos os dias e todas as tardes
Durante anos faz seu ciclo e eu estou
Quase parecido com ele e mais por que
Não tenho você para me alegrar.

E o que eu não percebe era o que fluía
Em mim não era sangue era óleo de
Maquina, a partir de agora eu percebe
Que não era real eu era de metal
Que não serve para nada e agora não
sou real sou de metal não sou mais eu
sou o que não queria ser.

E não sou o que queria ser sou um metal
Não sou real não consigo olhar nem beijar só
Faço obedecer e só fico parado esperando me
Reprogramar.

 
Autor
Démolidor_saf
 
Texto
Data
Leituras
580
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.