https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SEM FIM

 
Quem sabe de mim
Sabe que não tenho fim.

Imaginar saber de meu fim
É não saber nada de mim.

É vacante demais.
É abismal demais.
É abissal demais.
Sem fim demais.

Que castigo esse o meu;
Viver sem fim até o fim.

Não podia eu ter nascido
Alecrim
Querubim
Mandarin
Jasmim?

Mas não, nasci assim,
Enfim...sem fim.

Tenham pena de mim!

Oswaldo Antônio Begiato

 
Autor
oswaldoBEGIATO
 
Texto
Data
Leituras
526
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 05/09/2010 22:26  Atualizado: 05/09/2010 22:26
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: SEM FIM
... e viva a
imortal_idade!!!!

Um abraçooo!

Abilio*