https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Paraíso De Adão

 
Com o peito nu e queixo erguido,
Mas repleto de sonhos o coração,
Para desvendar o mundo foi-se Adão
Depois que foi expulso do paraíso.

Por mais estranho que possa parecer
Sentia-se o maior de todos os animais
Ainda sentia o sabor delicioso do saber
Sabia que precisava saber mais e mais...


Como era delícia aquela pulcra maçã
Que desceu melíflua pelas tantas tripas
Que abriram os olhos para outra manhã
Isenta das pesadas e espessas cortinas!

Descalçado no mundo ia sorrindo e feliz
Por ser único em todo aquele planeta
A prever a rota correta de um cometa
Das potências, equivalências, raiz...

Perdeu Adão o paraíso e toda proteção
Das alvuras celestiais, do perdão divino.
Porém, agora, era general do seu destino.
Sua mente o guiava. Não mais o coração.

Sentia uma dor profunda e muito ferina:
Faltou-lhe o acalanto de uma costela!
Voltou-se Adão a procura daquela
Outra metade para caminhada da vida.

Disse Adão:
Que me importa a falta de um Jardim?
Que me importa plantar e arar a terra
Se ao meu lado eu tenho minha Eva
E ela meu amor e tudo mais de mim?

Que me importa se lá eu andava nu
E a Morte cruel e fria não me existia
Se agora eu tenho a tua companhia,
Sou o senhor do mundo e do céu azul?

Eva apenas sorriu e aquela boca beijou.
Do alto do céu uma nuvem parecia sorri.
Os rios sussurravam notas em lá e si
E assim, naquele dia, nascia o Amor!







Gyl Ferrys

Repostando para que não caia no esquecimento.
 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
476
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 07/09/2010 22:19  Atualizado: 07/09/2010 22:19
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7283
 Re: O Paraíso De Adão
Criativa a história do nascimento do amor! Esses Adões e Evas são mesmo irremediáveis e estão aí perambulando até hoje...

abraço!