https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quiçá

 
Quiçá
 
Pessoas assim não se esquecem,
momentos assim não se apagam…
e os meses passam, os dias vão…
fogem de mim e em mim,
não lhes consigo ter mão!

E os enlaces fortuitos,
E as lágrimas fugidias,
E o último abraço sabendo
o que nunca mais serias!

A distância que se alterou!
O país que diminuiu e aumentou!
Bastaram momentos:
Os teus olhares atentos,
Os nossos silêncios…

E mais uma pelo meu rosto,
Que tu ris e gozas,
Que tu beijas e tocas.
Não podes mais fingir ou fugir!
Sou eu quem invocas!

O agora sereno…
Angustia veio e ficou.
Sumiu o desespero…
Quem sabe se serás meu…


[]_[]_[]_[].....[]_[]_[]_[]
\======/ ..... \======/
[====]======[====]
[====][]_[ ]_[][====]
[====]======[====]
[====]======[====]
[====]==ï““ï==[====]
...

 
Autor
Cinderela
Autor
 
Texto
Data
Leituras
817
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.