https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Sopro Do Coração

 
Abri a janela bem cedo
Algo me fez levantar da cama
Senti uma sensação capaz de meter medo,
E que me fez vibrar a alma.

Rapidamente resolvi pegar num papel
E transcrever toda esta emoção
Como uma abelha nervosa na procura do mel,
Pois era algo que estava vindo do coração.

Foi então que o deixei (coração) falar
Eu ia anotando o que ele me pedia para escrever,
Só me falava no brilho do teu olhar,
E da dor de não o poder ver.

Contou-me de como era lindo te ouvir
Que o timbre da tua voz era um encantamento,
Mas que no entanto era triste o que estava a sentir,
Pois apenas recordava tudo isso no pensamento.

Foi então que ficou calado
E me pediu para não continuar.
Disse-me para ficar descansado.
Pois era normal sentir saudade ao te recordar.


Escrito por: João Filipe Ferreira (Direitos Reservados)

Textos Registados no IGAC com processo nº 2067/2008
______________________________________________________________________
O meu blog: www.lastgoodbadidea.blogspot.com

 
Autor
João Filipe Ferreira
 
Texto
Data
Leituras
2619
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
De Moura
Publicado: 26/12/2007 20:34  Atualizado: 26/12/2007 20:34
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2007
Localidade: USA / NJ
Mensagens: 752
 Re: Sopro Do Coração
Lindo Poema!!! Gostei muito!!!

O coracao de vez enquando prega-nos umas partidas assim.

Um beijo, Alcina