https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sem lamento

 
Cuspir palavras de amor
No rosto da pessoa que amamos;
Despejar um perfume de dor
Através dos gestos que atiramos.

Uma rainha querer ser;
Com mentiras sempre brincar;
Tentar te enlouquecer
Quando já não consigo respirar.

Estar contra ti para existir;
Embrenhar-me de todo o mal
Que um dia me fizeste sentir;
Transformar-me num jogo fatal.

Perante ti irei partir
Os espelhos onde se reflectia,
Sempre a oprimir,
O teu olhar que me perseguia.

Apagarei sem lamento
A tua alma da minha!
Desaparecerá o meu tormento
Quando chegar esse dia!

 
Autor
Angela
Autor
 
Texto
Data
Leituras
784
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gilberto
Publicado: 19/09/2007 13:47  Atualizado: 19/09/2007 13:47
Colaborador
Usuário desde: 21/04/2007
Localidade: V.Nde GAIA-Porto
Mensagens: 1804
 Re: Sem lamento
Quanta amargura, expressa neste poema.

Quantas vezes assim nos sentimos! Quantas...

Beijinhos

Enviado por Tópico
Manuela Fonseca
Publicado: 19/09/2007 14:05  Atualizado: 19/09/2007 14:05
Colaborador
Usuário desde: 13/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 885
 Re: Sem lamento
Força amiga Angela!

Gostei muito deste poema e dessa esperança.

Beijinhos da amiga

Manuela*

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 21/02/2008 17:51  Atualizado: 21/02/2008 17:52
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Sem lamento
Oi querida Ângela, o que fizeste nesse amargurado canto poético é o que se diz por aqui: um chute com o bico do sapato. Adorei mais esse belo trabalho e clamo para que voltes! Núria, bjs