https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

No teu poema

 
No teu poema, palavras gastas e mal usadas que sabem rimar.
Palavras que são como memórias afiadas,
Para os meus olhos, que vertem águas até mais não.

No teu poema, os beijos são saudosos como as tardes de Outono,
Que penetra na pele a sensação de conforto,
E o desejo desse mesmo beijo.

No teu poema, palavras alinhavadas que simulam,
A tua e a minha agonia por esse entoar!
Nos versos que saem produzindo canções ao versejar…

No teu poema, há apenas um sorriso,
No primeiro verso deixo ir o meu pensar ao encontro desse lugar,
Que tão bem pintas com sangue de pétalas de mar.

No teu poema palavras gastas e antigas,
Com rugas a descair por entre os dedos da poesia,
Deixando cair lembranças de amor e nelas alguma teimosia.


Marlene Carneiro




O meu Blog: http:ghostofpoetry.blogspot.com


Open in new window


 
Autor
Ghost
Autor
 
Texto
Data
Leituras
901
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
9
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 08/10/2011 00:07  Atualizado: 08/10/2011 00:07
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15161
 Re: No teu poema
Gostei da sutileza embutida "No teu poema", querida Ghost. Um forte abraço e um ótimo fim de semana. valeu, Marlene!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2011 00:14  Atualizado: 08/10/2011 00:14
 Re: No teu poema - Para Marlene
Este poema me sonha como o fingimento do poeta: começando pelo fato de ser verdade o que ele diz, mas decaindo, virando apenas palavras, sem a força de antes, sem o viço de antes... Apenas versos enrugados. Um dos seus poemas mais interessantes...
Gostei muito!

Um beijo e uma alegria pra você, Marlene querida.


PS:
Eu raramente leio poemas "longos", mas os teus sempre trazem algo que gosto.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2011 00:24  Atualizado: 08/10/2011 00:24
 Re: No teu poema
No seu poema muita beleza, cara Marlene! Parabéns para terras lusas!

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 08/10/2011 01:05  Atualizado: 08/10/2011 01:05
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29295
 Re: No teu poema
NO TEU POEMA EXISTA AS MARAVILHAS DO VERDADEIRO POETAR, EXUBERANTE.

Enviado por Tópico
annay
Publicado: 08/10/2011 01:31  Atualizado: 08/10/2011 01:31
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2011
Localidade:
Mensagens: 1347
 Re: No teu poema
belissimo este poema . gostei muito .:)

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 08/10/2011 02:07  Atualizado: 08/10/2011 02:07
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: No teu poema
O sobretudo não esconde a força mansamente feroz. beijo enorme pra ti

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2011 02:22  Atualizado: 08/10/2011 02:22
 Re: No teu poema
Forte, lindo, profundo e certeiro... Gostei mesmo.

Parabéns querida Marlene pela inspiração encantadora.

Abraços,ALICE

Enviado por Tópico
P03tiza
Publicado: 09/10/2011 17:16  Atualizado: 09/10/2011 17:16
Da casa!
Usuário desde: 14/07/2011
Localidade: Lisboa - Portugal
Mensagens: 238
 Re: No teu poema para Marlene
Muito boa tarde, Marlene! Que bom é reler-te!!

'No teu poema', mais um entre muitos lindos girassóis que plantas neste teu vasto jardim de carpins inspiradores e sábios. Girassóis esses que bailam ao vento, chegando a fazer parte dele! Numa dança onde rodopiam sentires, quereres ao som das mãos experientes que tocam com delicadeza um piano.
Assim vejo os teus poemas, como lindos girassóis(:

Neste teu feito, o eu lírico dá-nos a conhecer a sua co-ligação com o poema de outrem, numa ligação tão grande/próxima que se entrenha tanto em si, que nos deixa na dúvida de se não será uma auto análise aos seus próprios poemas pois, daquele poema ao que se desenrola todo este feito, o seu eu líco já conhece todos os recantos, todas as suas características, a sua essencia.

Gostei bastante(: um poema que reflecte outro em toques de sabedoria.

Bejinho, abraço e muitas felicidades,
Rute.

Enviado por Tópico
Ghost
Publicado: 09/10/2011 22:26  Atualizado: 09/10/2011 22:26
Colaborador
Usuário desde: 09/04/2011
Localidade: Lisboa, Portugal
Mensagens: 1822
 Re: No teu poema
Agradeço a todos os que leram este simples poema, que escrevi ao fim da tarde no decorrer de pensamentos e sentimentos...
Obrigada pelo carinho que depositaram e por aqueles que se identificaram com estas mesmas palavras.
Abraços e Felicidades.