https://www.poetris.com/
 
Textos : 

Insónia

 
Delicadamente levanto-me e deixo-te, meu Amor, a repousar profundamente adormecido.
Decido tomar estas palavras como comprimidos numa tentativa desesperada de obtenção de descanso que o meu corpo grita por merecer. A minha cabeça parece-me um grande balão onde a minha face esticada e oval está desenhada em sofrimento e agonia...
Mil pensamentos percorrem freneticamente o meu cérebro intranquilo e cansado: tarefas, telefonemas, avisos, lembretes, desabafos, suspiros, lágrimas, sorrisos, tristeza, saturação, trabalho, agenda, caras, muitas caras, de pessoas, de muitas pessoas, conhecidas, desconhecidas, amigas, talvez amigas, colegas, talvez colegas... Parem, por favor! Não aguento esta ansiedade louca que me atormenta o meu sono, este frenesim de contextos, imagens, actos e atitudes que de dia me imploram pela alma saturada e triste...
Amor! Salva-me! Cobre e abraça o meu corpo com o nosso amor; embala e protege o meu espírito; sonha comigo de mãos dadas...
Vou voltar para o nosso ninho...
Cobrirei o meu corpo com o teu calor e repousarei a minha cabeça no teu peito. Sentirás a minha presença e com um abraço forte e quente protegerás o meu sono...
Antes de fechar os olhos sussurro ao teu ouvido o meu amor por ti: Amo-te!

28 de Junho de 2011


Léne Carreira

Léne Carreira
 
Autor
MC_léne
Autor
 
Texto
Data
Leituras
924
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 26/11/2011 08:32  Atualizado: 26/11/2011 08:44
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Insónia / Lindo norinha
Bela prosa poética,
minha Marlene.
O dia a dia, a realidade
cada vez mais carregada de
desesperança atormenta, provoca
muita vezes uma ansiedade enorme.
Mas há que acreditar que um novo
dia trará novas perspectivas.
E agora descansa, no teu amor.
e protegei-vos um ao outro que esse amor
é uma das relíquias que a vida proporciona
(só a alguns...)
Beijo, minha nora.
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/11/2011 18:10  Atualizado: 26/11/2011 18:17
 Re: Insónia
*Sentida e real, assim senti tua prosa.
Não havia lido-te ainda aqui.
Quanta ternura e amor...bom ter um Amor assim para separar-nos das angústias que permeiam nosso cotidiano.
E ainda nora da minha amiga maravilhosa Vóny!!!
Então tu és tudo de bom!
Muito prazer, sou Karinna e foi um deleite ler-te.
Beijos