https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Inércia fatal

 

Mas que prazer nada fazer

Apenas ser, sem pensar

Estar ao sol, se ele vier,

Senão, paciência,

Terei que esperar…



Mas que prazer nada fazer

Nem sequer me preocupar

Faça eu o que fizer

Tudo gira sem parar...



Mas que prazer nada fazer

nem sofrer ou ansiar.

Quando o meu tempo se esgotar

que leia isto, quem quiser...







Incipit...

 
Autor
Vilians3
Autor
 
Texto
Data
Leituras
985
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carlos_Val
Publicado: 01/03/2012 14:23  Atualizado: 01/03/2012 14:23
Da casa!
Usuário desde: 11/03/2011
Localidade: Braga a residir em Gaia
Mensagens: 421
 Re: Inércia fatal
gostei da temática do poema

abraço amigo

Val