https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Horas Mortas

 
Horas Mortas
(Allegra Lillith)

Não tenho mais forças para chorar,
Não tenho mais lágrimas para derramar.
Na casa abandonada, no corredor vazio
Só vivem o medo e o frio.

Meus olhos ardem, meu corpo dói
O descaso me maltrata, a fome rói
O que ainda resta de meu corpo
Que já sem forças jaz sobre panos rotos.

A tarde passa, os dias vão
E ninguém lembra-se de mim, se estou viva ou não.
Nem eu mesma sei
Se já estou morta, ou ainda viverei.




Open in new window

 
Autor
Lillith
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1530
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 14/12/2007 22:15  Atualizado: 14/12/2007 22:15
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Horas Mortas p/ Lillith
Querida poetisa

Tem dias que é assim nos sentimos
tão para baixo que não sabemos se
nosso coração ainda bate...
Gostei do seu poema

Beijinhos no coração