https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

À despedida

 
O indivíduo acocorou-se
Num caixote de pétalas secas.

Encolheu-se, apertou-se
E encalhou no cheiro alvo
Que se agarrava às costas marrecas
De um querido pai velhote e calvo.

Ainda tentava pentear-se com os dedos,
Já pendões e maduros a cair da pele
Cheia de padrões irregulares,
Rugas cavadas em relevo
Como se de beijos curvados e sem mel,
Como se de palavras raspadas entre molares...
Fossem esculpidas.

O indivíduo acocorou-se
Numa forma que lhe parava a respiração.

Voluntário, encolheu-se,
Enfiou-se em concha que lhe segurava a mão
Em amparo de quase mãe...
Em amparo de quase mãe.

A mãe já foi
E o pai também dói...

O indivíduo acocorou-se,
Escarafunchou a alma e agarrou-se,
Num jeito de quem se agarra ao que pode,
Num jeito que ninguém quer ou acode...

O indivíduo acocorado,
Aninhado a um canto mal iluminado,
Encostou-se às rugas velhas e novas
Que lhe cobriam as saliências e covas
E deixou-se cair.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
1039
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 05/01/2008 17:24  Atualizado: 05/01/2008 17:24
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: À despedida
Em metáforas uma despedida, excelente como tudo aquilo que já li de tua autoria, parabéns!!!!!

Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 05/01/2008 18:04  Atualizado: 05/01/2008 18:04
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: À despedida
Uma despedida única. Gostei, muito!!!

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 05/01/2008 18:32  Atualizado: 05/01/2008 18:32
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14964
 Re: À despedida p/ Valdevinoxis
Querido poeta

Muito bem construída esta
despedida....
Se pensarmos bem sobre o
assunto ele torna-se triste
mas ao mesmo tempo alegre
por uma vida vivida...

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 05/01/2008 20:56  Atualizado: 05/01/2008 20:56
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: À despedida
Um outro olhar!
Dentro de uma escrita sempre sublime.
Abraço

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 05/01/2008 22:44  Atualizado: 05/01/2008 22:44
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: À despedida
Gostei do poema e da mensagem escondida nas entrelinhas. Original forma de escrever um "Adeus".

Bjs

Enviado por Tópico
Ramgad
Publicado: 07/01/2008 00:53  Atualizado: 07/01/2008 00:53
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade:
Mensagens: 944
 Re: À despedida
Muito inteligente esta despedida, gostei das palavras usadas. Parece poema de vestibular :), mensagem oculta. Parabéns.

Bay
Ramgad