https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Ablação

 
 
Ablação
 

coberturas de alameda
fogem agora em desespero
escorraçadas por vento altaneiro
descido adiabatica.mente dos picos
arrefecidos dos meus desejos.

fiz a poda
dos sonhos esgalhados
sem frutos

por deus!

essas árvores
enfileiradas
em ramas esmirradas!

sem corpo pra dar sombra
a andarilho sem rumo
que segue cabisbaixo
em fraco passo
sem prumo


O que, às paredes, confesso.



Imagem: quadro de Van Gogh
 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
1110
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
52 pontos
12
4
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/03/2014 17:22  Atualizado: 26/03/2014 17:22
 Re: Ablação
és expressionista há um extremo impressionante, Mary. lê-se os versos com um sopro cálido no rosto, e já não mais segue-se sem rumo, nem a passo fraco e sem rumo. sua poesia revigora o andarilho em mim. obrigado
bj e um carioquíssimo abraço meu



Enviado por Tópico
Jovina
Publicado: 26/03/2014 21:23  Atualizado: 26/03/2014 21:23
Colaborador
Usuário desde: 23/09/2012
Localidade: Salvador
Mensagens: 538
 Re: Ablação
Você é mestra em construir belas imagens
poéticas.É um prazer a leitura dos seus textos.
Parabéns.
Jovina


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 27/03/2014 03:17  Atualizado: 27/03/2014 03:17
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Ablação
Bem construída
e densa composição, Mary!
Aplaudo e levo!
bj


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 27/03/2014 03:17  Atualizado: 27/03/2014 03:18
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Ablação
OPS! Comentário repetido!

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 27/03/2014 03:23  Atualizado: 27/03/2014 03:23
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Ablação
em aprendizado fico eu... aff!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/03/2014 21:04  Atualizado: 30/03/2014 21:04
 Re: Ablação
Mary

O amor, quando esgalhado…
Por tesouras sem ter gume
As sombras terão chorado
De raios de sol, feitos lume…

O bom podador é como uma montanha, só se vê ao longe…