https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

por cá me escondo

 

tem dias que sou, no vento,
fiapo à deriva

às vezes sou grão de nevasca,
engatada num caule,
gelada lasca

a translúcida gema
d'um Olmo ou Carvalho
pra mais tarde ser
o verde talhe de um veleiro
ou a sombra...
d' um frondoso galho

tem dias que sou
aqueles pesados passos que remam dunas

vou levantando areia
de um planalto desértico,
com um cajado n'alma
tendo o semblante quase profético...

vou-me aplumando por dentro da poeira
formatando meu vulto
- este ser meio sepulto;
com saudade e pele a mostras

pra não perder o movimento
vou-me equilibrando
no tempo
pra não cair no esquecimento

assim ziguezagueio
meus dias

... que d'outra maneira
palavras me teriam.............
se eu não fosse esse andarilho
com um velho bornal
querendo encontrar
aquela ave-poesia ...?

aquele pássaro
que em mim não pousa
e que por isso sempre tento
rabiscar numa lousa
um nicho recheado de fantasias
que o atraia
como se fosse preenchido
com as mais requintadas
iguarias.............................................






nada muito complicado... como atirar pedras em lagos

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
1285
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
66 pontos
20
7
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
kripy
Publicado: 07/04/2015 13:40  Atualizado: 07/04/2015 13:40
Colaborador
Usuário desde: 26/05/2010
Localidade:
Mensagens: 3038
 Re: por cá me escondo
olá MarySSantos:) vá lá que você é isso tudo que diz no seu poema,pois assim nos traz essas jóias esculpidas em forma de poema.um beijinho,kripy.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/04/2015 16:31  Atualizado: 07/04/2015 16:31
 Re: por cá me escondo
também eu me esqueço por aqui ...


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 07/04/2015 16:39  Atualizado: 07/04/2015 16:40
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1430
 Re: por cá me escondo
Gosto de me esconder na "lousa" do Luso, para me deliciar

com as "iguarias" poéticas.

Poema encantador.
Parabéns.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/04/2015 19:42  Atualizado: 07/04/2015 19:42
 Re: por cá me escondo
Oi Mary,

Tua escrita é mágica!

Como não encontro muitas palavras:



Beijos,

Anggela


Enviado por Tópico
Catópode
Publicado: 08/04/2015 09:12  Atualizado: 08/04/2015 09:12
Muito Participativo
Usuário desde: 12/02/2015
Localidade:
Mensagens: 52
 Re: por cá me escondo
Tem dias, mas todos os dias são dias para beber da sua poesia, redentora e magica…

Apesar de já lhe ter dito varias vezes, que a sua poesia tem uma saudade no canto das suas palavras , o tempo elástico em mim, me acena graças a si e a cada poema seu , sempre que a leio …

Um abraço e obrigado por partilhar o seu olhar…


Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 08/04/2015 22:59  Atualizado: 08/04/2015 22:59
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2370
 Re: por cá me escondo
"pra fora metade saudade
pra não perder
o movimento
se equilibrando
no tempo
pra não cair
no esquecimento"

Você é a Deusa desses mares e está lá bem no topo, se equilibrando no tridente.
Parabéns!


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 09/04/2015 04:07  Atualizado: 09/04/2015 04:07
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2790
 Re: por cá me escondo
Lindo.


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 12/06/2015 17:45  Atualizado: 12/06/2015 17:45
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6823
 Re: por cá me escondo
Um excelente poema, que esta belíssimo. Seus poema são de uma beleza sem tamanha.

beijos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/06/2015 17:58  Atualizado: 12/06/2015 17:58
 Re: por cá me escondo
Sensacional!
Agradeço a emoção dos versos...


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 02/12/2016 18:22  Atualizado: 02/12/2016 18:22
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8295
 Re: por cá me escondo
pode esconder-se, mas as jóias poéticas, como esta, vão denunciá-la sempre...