https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Saber de ti

 
Tags:  vida    dor    jogo  
 
Há cousas que não vejo e não são poucas
As outras sendo vistas só por outros
As poucas que me acendem vão-se aos poucos
Se apagam para dar a vez a outras

A pouco e pouco vou desaprendendo
Para aprender além, algo de novo
Mas sempre esqueço alguém quando me movo
E doi saber de quem me vai esquecendo

O que eu queria desta vida era saber
Escolher o que lembrar e o que esquecer
E não ter nem que perder nem que ganhar

Queria voltar atrás no tabuleiro
Deixar o jogo a meio o tempo inteiro
E saber da tua peça o teu lugar
 
Autor
TrabisDeMentia
 
Texto
Data
Leituras
927
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
54 pontos
24
7
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 04/05/2015 23:56  Atualizado: 04/05/2015 23:56
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 2514
 Re: Saber de ti
Excelente! Faltar-me-ia palavras para expressar a admiração pelo poema! Gostei imensamente!


Enviado por Tópico
GELComposicoes
Publicado: 05/05/2015 00:10  Atualizado: 05/05/2015 00:10
Luso de Ouro
Usuário desde: 04/02/2013
Localidade: Uberlândia - MG - Brasil
Mensagens: 2374
 Re: Saber de ti
Muito bom, Trabis!
Gostei da sonoridade!
Abração.


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 05/05/2015 00:11  Atualizado: 05/05/2015 00:11
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 12689
 Re: Saber de ti
Belo soneto, Camarada! Lembrou-me um poema de Gregório de Matos, onde ele diz da parte e do todo. Gostei do desfecho: " E saber da tua peça o teu lugar". Obrigado por partilhar!


Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 05/05/2015 00:15  Atualizado: 05/05/2015 00:15
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3849
 Re: Saber de ti
Gostei do poema em si.
O final do soneto:

-"...escolher o que lembrar e o que esquecer
E não ter nem que perder nem que ganhar

Queria voltar atrás no tabuleiro
Deixar o jogo a meio o tempo inteiro
E saber da tua peça o teu lugar"

muito bom!
Dá para refletir no que diz.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/05/2015 00:40  Atualizado: 05/05/2015 00:40
 Re: Saber de ti
Uma leitura que nos leva junto...
Fundo...Bem fundo

Eis o que eu preciso aprender:

"O que eu queria desta vida era saber
Escolher o que lembrar e o que esquecer"



Grata pelo momento.


Abraços


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 05/05/2015 02:03  Atualizado: 05/05/2015 02:03
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 14454
 Re: Saber de ti
Trabis
Apreciei a leitura! Adorei o final!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
kirinka
Publicado: 05/05/2015 10:25  Atualizado: 05/05/2015 10:25
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2015
Localidade:
Mensagens: 683
 Re: Saber de ti
bem no ponto:

"O que eu queria desta vida era saber
Escolher o que lembrar e o que esquecer
E não ter nem que perder nem que ganhar"


Seria bem mais fácil...mas será que existiria
evolução em se Ser?

agora que daria mais paz/tranquilidade à alma
não ganhando, muito menos perdendo...sem dúvida!


Gostei e guardo!!


Luka


Enviado por Tópico
MarysaSanches
Publicado: 05/05/2015 12:32  Atualizado: 05/05/2015 12:32
Super Participativo
Usuário desde: 19/08/2013
Localidade:
Mensagens: 100
 Re: Saber de ti
"A pouco e pouco vou desaprendendo
Para aprender além, algo de novo
Mas sempre esqueço alguém quando me movo
E dói saber de quem me vai esquecendo"

a ciranda da vida tão bem retratada aqui.

amei!

bjo


Enviado por Tópico
cristhal
Publicado: 05/05/2015 16:24  Atualizado: 05/05/2015 16:24
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2009
Localidade:
Mensagens: 869
 Re: Saber de ti
Poeta Trabis... todo o poema é de Excelência e cito o que mais penetrou o meu coração:

"A pouco e pouco vou desaprendendo
Para aprender além, algo de novo
Mas sempre esqueço alguém quando me movo
E doi saber de quem me vai esquecendo"

Muita verdade... heim?

Abraço poético da


Maria Valadas


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/05/2015 14:06  Atualizado: 08/05/2015 14:06
 Re: Saber de ti
"Há cousas que não vejo e não são poucas
As outras sendo vistas só por outros
As poucas que me acendem vão-se aos poucos
Se apagam para dar a vez a outras"


DEVEMOS GUARDAR CONOSCO APENAS O ESSENCIAL... O QUE NOS FAZ BEM


GOSTEI MTO DO POEMA

ABRAÇOS


Enviado por Tópico
GersonClayton
Publicado: 10/05/2015 22:17  Atualizado: 10/05/2015 22:17
Colaborador
Usuário desde: 13/08/2014
Localidade:
Mensagens: 4821
 Re: Saber de ti
Belas rimas simples e que traz beleza ao soneto


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 11/05/2015 22:59  Atualizado: 11/05/2015 22:59
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 10778
 Re: Saber de ti
Nunca se esquece aquilo que está no coração mas aquilo que está só na cabeça. Quando ficamos a meio, acaba por ser o fim... Gostei muito do seu poema, um abraço Vólena