https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Éramos Dois... (Dueto de Gyl e Mary Santos)

 
Eu era apenas um moço
Galopando forte corcel
Por vezes chegava ao céu
Outras no fundo do poço.

era eu apenas uma menina
querendo ser passarinho;
no céu ficar pendurada
vendo d' onde
nasce o sol
e pra onde ele
se esconde


Achava a vida uma graça
Amava música e a poesia
Amanhecia junto do dia
Colhendo tulipas na praça.

saltar dum aviãozinho teco-teco
pra arrebentar uma a uma
as linhas do horizonte
nunca saltei de para-quedas
o que muito quis
bicicletas tentavam
me fazer feliz

Sim. Eu era apenas mais um
Outro no mundo de Deus
Não tinha nada em comum
Com epicuristas e os ateus.

sempre quis ser pássaro
misturava pipas com nuvens
com laços nos cabelos
e babados na saia...
amava coisas que seguiam pro alto
acontecia que o chão era mais forte
e sempre me tinha nos braços

Trazia o chicote e as esporas
Afiadas para minha caminhada
Singrei mares, ruas e estradas,
"Everestes" e outros vales afora.


pergunto-me agora
se fui boa moça
ao abrir trilha na mata
ou quando me deixei ser levada
em águas de cascatas
ou quando me atirava
do alto da ribanceira
pra mergulhar no rio
rindo, rindo
até perder o fôlego


Um dia eu pensei em ir embora
Queria voltar para o lar materno
Depois de ter vivido num inferno
Que é a vida que vivi e vivo agora.

perdi baladas, bailes dançantes
mas não perdi o romantismo
em meio a tantas riquezas
em noites de pescaria
ouvindo chiado de bichos
e observando estrelas
se quedando pro outro lado do infinito


Eu era muito mais que um moço
Não aquele que teve tudo na mão
Um jovem general que era corso
Por muitos conhecido como Napoleão.

pra tudo existe um tempo
e foram parar nos livros, as aventuras
surgiram também os compromissos
quebraram as asas
mas o chão provou ser bonito

Eu era apenas um sonho juvenil
Num dia claro de um sábado tranquilo
Hoje sou folha seca num dia de abril
Na verdade não sou isso nem aquilo.

porém pra 'mulherzinha' fui decepção:
nunca aprendi a bordar
nem a coser
nem a cozer
o mais feminino que aprendi
ser
foi fazer
e dá amor...
e um pouco dest' escrever


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
719
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
62 pontos
16
7
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 06/07/2015 21:00  Atualizado: 06/07/2015 21:01
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: Éramos Dois... (Dueto de Gyl e Mary Santos)
Dois seres tão iguais como tão diferentes, um que vivia com os pés bem assentes na terra, outro que vivia no mundo do sonho, da lua e no fim uma bela história de vida sonhada e/ou inventada, o certo é que está "um must", parabéns ao duo ... dois poetas que admiro muito Mary e Gyl com um estilo de escrita bem original também.

Favorito também se me permitem.
bj



Enviado por Tópico
martims
Publicado: 06/07/2015 21:39  Atualizado: 06/07/2015 21:39
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6796
 Re: Éramos Dois... (Dueto de Gyl e Mary Santos)
Simplesmente brilhante, parabéns a dois poeta por essa linda melodia.



Enviado por Tópico
luisroggia
Publicado: 07/07/2015 17:44  Atualizado: 07/07/2015 17:44
Colaborador
Usuário desde: 12/01/2011
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 2640
 Re: Éramos Dois... (Dueto de Gyl e Mary Santos)
Olá Gyl e Mary!

Apesar de jogar minha pena num canto, sempre estou aqui a ler maravilhas postadas no site.
Lhes digo, é prazeroso demais ler versos de dois grandes poetas. só faz-me voltar mais vezes.

Parabéns aos dois pelo lindo dueto.

Um grande abraço.



Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 09/07/2015 00:45  Atualizado: 09/07/2015 01:00
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6400
 Re: Éramos Dois... (Dueto de Gyl e Mary Santos)
Numa ciranda de roda me senti a mergulhar ...em grande estilo este duo conjugados com perfeição em sintonia com a emoção...o mineiro sonhador e a amazonidas que mora na linha do equador... lindo de se ler e se ver. Ray Nascimento



Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 09/07/2015 08:31  Atualizado: 09/07/2015 08:31
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1365
 Re: Éramos Dois... (Dueto de Gyl e Mary Santos)
Um lindo embalo para os sentidos!

Parabéns e obrigada pela generosa partilha.

Abraço para ambos.