https://www.poetris.com/
 
Contos -> Romance : 

O tempo estava chuvoso PARTE II

 
Ao jantar trocaram inércias de palavras em forma de sílabas, tentavam a sorte da troca de informação entre ambos, enquanto se deliciavam com um excelente véu de noiva.
Chovia sem dar tréguas, a água ouvia atentamente o som do mar, que se avistava ao longe. Ambiente que proporciona a um casal de enamorados uma noite inesquecível à mistura de grasejos e doçuras.
Eduardo estava agraciado pela simplicidade da jovem de 24 anos, oriunda de familias humildes, mulher de metro e meio, olhos castanhos e cabelo avelã. Menina de boas praticas que segue à risca a norma que o homem escolhe a refeição, a mulher só escolhe um alimento diferente se o mesmo não agradar.

No oposto Eduardo vinha de familias abastadas, homem solitário de poucas falas, que não tinha coragem de lhe confessar que ficava junta à janela de Atalia à vista dela.
Tudo porque aquela baixinha dinâmica não o deixava indiferente.
Sem coragem para meter conversa fiada os dias foram passando, até que travessura delicia aventura ela caíra e ele a socorreu.
A honra era dele todos os seus musculos cantavam felicidade, alegria com veracidade.
Maria foi como ela sempre fora simples arregalada de olhos brilhantes que logo o deixaram enfeitiçado.
A conversa seguiu pela politica, ele era conhecedor ela era participativa, iniciou a sua vida ativa na politica ainda jovem, mais um promenor que ele descobrira ao longo da noite.

Com avançar das horas o som da sala era deles com a mistura da chuva a cair, não se deram conta que ficaram sozinhos a separação era dolorosa.

O carro estava longe a enxurrada aumentou a perna lesionada serviu de desculpa para a pegar ao colo vitorioso seguia com ela nos braços.
Timida anciou aconchegar o rosto a seu peito mas coragem falou mais alto.
Um gesto brusco obrigou agarra-la melhor, o que a jogou contra o seu peito e a fez sentir o aroma discreto de sensações.
Vontade de a beijar era maior que nunca a jovem baixou a cabeça.
Um turbilhão de ideias se desabrochava em ambos os lados.
Os pingos da chuva não arrefeciam o calor do desejo.
Ambos anciavam degustar uma leve sedosa loucura de beijos.

Aninhada sentiu-se envolvida naquele nobre colo.

De regresso envergonhada agradecia o colo ele feliz sorriu.
O desejo de a beijar era caloroso, contudo sabia que a iria assustar e não se atreveria, a isentar-se da presença da sua princesa.

A seu modo desajeitado lançou a nobre rede para mais um encontro no dia seguinte.

A qual ficou agendada no cantinho do amor.

Em casa em sms suou...

- Desejo que a chuva não a constipe, uma noite descançada.

- A chuva é abençoada não se atreveria a constipar-me... Uma noite serena desejo-o

( baralhado o homem ficou baixa a cabeça em recusa do meu beijo e agora deseja-me??????)
- Peço desculpa desejo-lhe 😊

Gargalhadas de ambos os lados...

- Eu percebi.., já deitadinha de pantufas???

- Deitadinha sim, mas as pantufas ficaram no chão com a canela...
- Com canela já tem o pequeno almoço junto à cama???

- LOL canela é a minha gata.
-LOLlllllll 🐈

Horas a trocar sms de juras de amor ambos concordaram que era preferível estarem a conversar no mesmo espaço e combinaram o passeio do dia seguinte o amor estava a sorrir...


O estado de amor deixa-nos infantilmente sorridentes a olhar para a terra do nunca cor de rosa.

Ele confessou à lua que estava doente de amor, ela por sua vez desejou ser o pingo de chuva no lábio dele...








Ana Cristina Duarte



Em serras por Arrábida, o risco ao seu jeito diz mistura o verde com o mar e serás feliz...

Ana Cristina Duarte
 
Autor
Anacduarte
 
Texto
Data
Leituras
568
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
13
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/10/2015 18:39  Atualizado: 20/10/2015 18:39
 Re: O tempo estava chuvoso PARTE II
houve uma clara evolução na qualidade do conto. realço: 'aquela baixinha dinâmica não o deixava indiferente.'...parece ser a alma do conto, mas a política no final, espanca o romantismo. mas ficou óptimo. um abraço


Enviado por Tópico
OHM
Publicado: 20/10/2015 22:24  Atualizado: 20/10/2015 22:24
Muito Participativo
Usuário desde: 17/10/2015
Localidade:
Mensagens: 65
 Re: O tempo estava chuvoso PARTE II
Esta a ficar mais romantico mas falta qualquer coisa....

OHM

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 20/10/2015 23:16  Atualizado: 20/10/2015 23:16
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6403
 Re: O tempo estava chuvoso PARTE II
Coração que bate por amor, não enxerga diferenças sociais nem económicas.

História bem narrada, adorei-parabéns.
Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 21/10/2015 14:37  Atualizado: 21/10/2015 14:37
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16048
 Re: O tempo estava chuvoso PARTE II
Ana
Como uma romântica incorrigível digo que amei! Eu me vi nessa mocinha aí, apesar de já ter passado dos 24 anos! Sinto tanta falta desses encontros, cadê os cavalheiros? Hoje em dia os rapazes querem nos tratar como fast foods no primeiro encontro!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
OHM
Publicado: 21/10/2015 18:50  Atualizado: 21/10/2015 18:50
Muito Participativo
Usuário desde: 17/10/2015
Localidade:
Mensagens: 65
 Re: O tempo estava chuvoso PARTE II
Dra. Ana

Melhorou qualquer coisa mas se conheco a sua escrita isto vai dar a volta...

Boa sorte para amanha se precisar dos meus servicos sabe onde me encontrar

Um abraco
OHM


Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 21/10/2015 19:49  Atualizado: 21/10/2015 19:50
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 3758
 Re: O tempo estava chuvoso PARTE II
Caríssima, li teu capítulo-ou-conto sem ler a primeira parte, portanto, desculpa-me algum arrazoado tonto.

Primeiro, concordo com a Janna: é pena que encontros assim se tornem tão raros. Talvez haja muita ansiedade e cobrança entre homem e mulher hoje em dia para manifestar sensualmente a "pegada" que qualquer outra coisa. O ponto central da narrativa, a meu ver, foi a caminhada dele com ela no colo forçada pela chuva forte... Houve aí espaço para descrever os sentimentos dele e dela. Discordo que falar de política --ainda que de passagem -- seja algo em si anti - romântico, ao contrário, torna singulares os protagonistas em relação a outros em situação semelhante. Realmente me agrada isso de se criar situações e, literariamente, ser capaz de descrever o sentimento de cada personagem. Isso é nevrálgico! O resto, mero trabalho de edição - composição de texto.

Espero que continues desenvolvendo os personagens de modo inusual, haja vista que o lugar - comum do romantismo não raro é simplesmente piegas. Tua heroína não é uma boneca superficial e teu herói tampouco tem verve de mocinho de comédia romântica. Talvez fosse interessante situar melhor a narrativa... O lugar (restaurante com vista para o mar) não diz muito.

É isso.

Abraços, RicardoC.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/10/2015 21:44  Atualizado: 21/10/2015 21:44
 Re: O tempo estava chuvoso PARTE II
olá Ana

entrei, na curiosidade de ver o nº de comentários

o conteúdo possui tudo o que lhe é devido, pelas imagens, pelo encadear de palavras que, gramaticalmente, poderíamos pensar, estariam dissociadas umas das outras pelo sentido

Chovia sem dar tréguas, a àgua ouvia atentamente o som do mar, que se avistava ao longe.

como exemplo

refiro apenas a pontuação em falta, erros ortográficos a sombrearem a beleza das ideias e de acentuação como pontos a melhorar
do mais, gostei muito

Boa continuação

bjs

AM