https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Atalaia

 
Tags:  Rabiscos de escrita  
 
 
De atalaia

Ficarás


Para a minha

Deusa



Olhar

Não ousarás


Dás-me agora

O que eu vinha buscar

Alguém que que me respondesse à letra, neste lindo e belo altar.


Não te permitiu ver, a tua cegueira,
para além da fronteira.


Ana Cristina Duarte


Ana Cristina Duarte

👠
 
Autor
Anacduarte
 
Texto
Data
Leituras
542
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
8
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 27/10/2015 11:48  Atualizado: 27/10/2015 11:52
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29256
 Re: Atalaia
Momentos que os olhos se buscam nas plenitudes. O comunicar faz parte de nosso bem estar., indo a uma direção onde o amor acontece, em nosso corpos se evanece

lindo poema


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 27/10/2015 13:00  Atualizado: 27/10/2015 13:00
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: Atalaia
Bom dia Ana, a vida humana é um antro onde as expectativas superam demasiadamente aos fatos, parabéns pelo incisivo poema, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 27/10/2015 15:46  Atualizado: 27/10/2015 15:46
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6453
 Re: Atalaia
Lindo, estou adorando a tua singular forma de poetizar.
Parabéns, Ana.
Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
JCJ
Publicado: 28/10/2015 07:46  Atualizado: 28/10/2015 07:46
Da casa!
Usuário desde: 16/10/2015
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 368
 Re: Atalaia
A o velho deitado de um olho só.
Ganacioso por ter dois e não se cuidar
Caiu na própria esparrelha do olhar
Maufadado e impiedoso, por não entender
O que o escrito quis dizer.
pediu que lhe vasassem os olhos.
Preferiu ficar na própria escuridão.
Que da um só passo
Por se interrogar.
Bravos, com o texto a sua frente.
omitiu se em dizer
Bravos poeta, adorei.
JCJ