https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Nas Noites Esquecidas

 
Embalada em redes tecidas
Por mãos níveas e angelicais,
Nas noites frias e esquecidas
Nevadas por pequenos cristais...

Com teus olhos de íris partidas
Lembrando despedidas astrais
Das nossas vidas nunca vividas
Que buscavam por águas joviais...

Lágrimas das pessoas queridas
Que os olhos não verão jamais
São todas as chegadas e as idas
Cantadas pelos bardos e jograis...

E nas baladas das redes tecidas
Pelas mãos níveas e angelicais
Vão-se nas noites esquecidas,
Nevadas por pequenos cristais...


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
407
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
34 pontos
8
5
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 27/01/2016 08:56  Atualizado: 27/01/2016 08:56
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29256
 Re: Nas Noites Esquecidas
Noites que se vão tirando de nós as essências de um aquilo, ventos tocados pelo tempo ao encontro do destino.

lindo poema


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 27/01/2016 11:08  Atualizado: 27/01/2016 11:08
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4213
 Re: Nas Noites Esquecidas
Bom dia GYl,

Um poema belo e perfeito em rimas, a versar por entre lágrimas as despedidas dos que não voltam mais.
Parabéns, gostei muito
Abraço
Eureka


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 27/01/2016 17:47  Atualizado: 27/01/2016 17:47
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Nas Noites Esquecidas
Gyl,

Gostei muito destas noites embaladas e nas baladas. Ritmo...

Beijinhos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/01/2016 20:30  Atualizado: 27/01/2016 20:30
 Re: Nas Noites Esquecidas
*Menestrel...fiquei embevecida com esses versos e flutuei em tantas -minhas- noites esquecidas.
beijoka*