https://www.poetris.com/
 
Textos : 

paraíso

 
Tags:  republicação  
 
...


alguns anos de solidão - blogue

"ah, meu deus do céu, vá ser sério assim no inferno!"
- Tom Zé



e era como se eu fosse nuvem em suas mãos de vento.
me manipulava os quereres melhor que seus próprios,
me fazendo acreditar que o amor é isso mesmo,
isso de querer ser a coisa amada. amar é uma falta
de personalidade!

lembro mais claramente os dias nublados, pois nesses
eu tinha meus olhos de volta enquanto você deitava
e dormia um sono glacial durante eras. nesses dias,
podendo ver, tinha ciúme dos seus sonhos, já que
certamente eu não me encontrava neles.

já nos meus, mais breves e fugidios, havia crimes de sangue
e cenas policiais. eu sempre era o culpado, mas a culpa
é toda sua! garrafas de vinho, xícaras de café e maços
de cigarro eram tatuagens em sua rotina, só visíveis
quando você estava nua.

mas era feliz, mais feliz, desperto. o seu corpo balançava,
espantando todo o gelo dos sonhos, que caíam sobre mim
e nevavam meus desejos. queria ser artesão de você,
patrão de você, ladrão de você. mas, no fim das contas,
havia giz ao meu redor.
 
Autor
Caio
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1715
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
51 pontos
1
5
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 03/07/2016 02:20  Atualizado: 03/07/2016 02:20
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2376
 Re: paraíso
Caio,
Gosto muito de ler o que voce escreve. E essa narrative esta tao bonita, jogando com palavras e sentimentos misturados, usando analogias, fazendo cenas visiveis aos olhos. Com um fim muito especial.
Intenso. Fala-se de rotina de vida. E da nao-rotina dos sentimentos.
Abracos,

*Mary Fioratti*