https://www.poetris.com/
 
Textos -> Amor : 

A sul

 
Tags:  sul  
 
Foi no sul dos meus olhos
que depositaste a entrega serena,
a palavra sémen
com que fecundaste o poema.

Vieste acordar-me o mar
marulhando letras adormecidas
há muito
nas minhas entranhas e,
mergulhando,
mesclaste de anil
a concha das mãos
cobertas de manhas.

Ah! Foi no sul da minha nuca
que enfrentaste a guerra solta
dos meus cabelos e, docemente,
murmuraste
a ladainha das sílabas,
suave novelo
das minhas emoções.

Vieste aconchegando
a tua voz nos meus ouvidos
como se a sul me rondasse a alegria
como borboleta dos sentidos
e me estimulasse a magia
do pólen presente nas rimas
dos tempos perdidos.

Foi no sul, no meu sul
que abriste a janela suspensa
no limbo do sonho de carinho
onde marcaste a diferença
quando fizeste do meu colo
o ninho
do nosso amor.



 
Autor
Nininha
Autor
 
Texto
Data
Leituras
558
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
76 pontos
20
8
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/06/2016 21:27  Atualizado: 09/06/2016 21:27
 Re: A sul
Se como amigo, se como fã.
Não viesse a comentar.
Que desgrenhada de vida que levo, se um tico de minha amizade nem der aos amigos.
Si aquiete no peito, ódio e orgulho.
Deixe a amizade falar.
Seu texto esta perfeito.
Senhora poetiza, que com vossa poesia, me leva ao mais
elevado dos pensamentos.
Obrigado pela partilha.
Ficar bem.
PG


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/06/2016 23:29  Atualizado: 09/06/2016 23:29
 Re: A sul
...vc é incrível Poetisa, me emociona, lindo poema favorito. Parabéns.


Enviado por Tópico
kripy
Publicado: 10/06/2016 08:14  Atualizado: 10/06/2016 08:14
Colaborador
Usuário desde: 26/05/2010
Localidade:
Mensagens: 2995
 Re: A sul
Olá doce amiga Nininha,nem todos a deixaram de ler😉 e houve mesmo quem tivesse escrito pedindo seu retorno 😉 quanto ao seu poema?lindo,sensual e muito bem escrito,um beijinho,kripy.


Enviado por Tópico
ALFA
Publicado: 10/06/2016 19:27  Atualizado: 10/06/2016 19:27
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 870
 Re: A sul
A sul, ou a norte dos olhos
Fica uma imensidão de mar
Escorrendo amor aos molhos
Quem neles puder naufragar...

Porque amar é preciso. Sempre!

Beijos


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 10/06/2016 21:18  Atualizado: 10/06/2016 21:18
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15132
 Re: A sul
Delírio de poema para os amantes da bela escrita. Beijinhos!


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 11/06/2016 14:59  Atualizado: 11/06/2016 14:59
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4213
 Re: A sul
Nininha, Nininha,

Como uma prece, tu versas uma homenagem ao amor teu, com todos os detalhes e imagens possíveis.

Sempre magnificos os teus poemas, se fazem únicos e se tornam uma arte, essa com que brincas menina marota com todas as palavras e personificações possíveis, forjando versos inteligentes e elegantes que juntos transbordam poesia.
Parabéns, este poema está um mimo, e vou guardá-lo.

Beijinhos
Eureka




Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 13/06/2016 12:25  Atualizado: 13/06/2016 12:25
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12513
 Re: A sul P/Nininha
Menina Nininha, já nem quero falar nos pontos cardeais
quero dizer hemisférios cerebrais onde a "área da broca" deixa escapar essas palavras tão bonitas, elaboradas, maravilhosas onde as frases ficam tão bem timbradas e ficam a ressoar num encadeamento de sons que é a própria melodia adjectivada de beleza!
Querida Amiga escuso de dizer que é assombrosa, que a favorito e que estou sempre atenta. Beijocas e muito carinho Vólena


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/06/2016 07:19  Atualizado: 16/06/2016 07:19
 Re: A sul
Muito belo e carinhoso o poema.
Também para mim o sul é quente e terno. Por origem materna e por me cativar com contos de amor.

Abraço