https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Noite Serena

 
Ouça o chamado, o meu grito
Que reverbera na pedra, na parede
Da memória da lembrança insólita
Feito arabescos gregos e romanos.

Ouça o chamado, o desespero
De quem te ama e sente medo;
De quem te espera na janela
Quando o dia desperta mais cedo...

Quanto mais escrevo não percebo
Que o destino nos turva os meandros
Deixando para outros nossos planos
Sendo assim, acho que eu não a mereço...

Ouça a canção que eu te fiz
Nas tardes ensolaradas de Março
Recluso dentro do meu quarto
Com tua presença presa na cabeça...

Antes que eu me esqueça, querida,
Não pude te dar a Terra Prometida,
Apenas terá de mim estas pobres linhas
Sentidas, escritas genuínas e doridas.

Ouça meu vagido, meus gemidos
Veja minhas lágrimas deslizantes
Que prateiam minha face morena
Veja meus sorrisos se esvaíndo...

Se eu fosse o pai dos teus filhos
Aquele quem te tece mil poemas
Eu seria mais contente entre contentes
E adormeceria no seio da noite... Serena.


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
612
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
18
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Daras
Publicado: 12/07/2016 02:06  Atualizado: 12/07/2016 17:13
Muito Participativo
Usuário desde: 01/07/2016
Localidade:
Mensagens: 85
 Re: Noite Serena
Ouvi e ainda ouço o som do teu coração... É impossível não sentir tamanha intensidade, na imensidão dessa tua criação poeta.

Imensurável ler a tecedura da tua alma vertendo
no centro das tuas mãos.

Um abraço Gilmar, que seja plena tua noite.


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 12/07/2016 02:21  Atualizado: 12/07/2016 02:21
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2376
 Re: Noite Serena
Ola Gyl,
Como sempre - arrasou! Romantismo, lirismo, tudo de bonito!
Adorei!
beijao menino!

*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/07/2016 11:37  Atualizado: 12/07/2016 11:37
 Re: Noite Serena
Perfeito Gyl!

Maestria e plenitude de sentimentos!

Um abraço,

Anggela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/07/2016 13:26  Atualizado: 12/07/2016 13:26
 Re: Noite Serena
Olá Gyl,
Cada quadra uma história pra contar...
Maravilhosas quadrinhas, alegrando meu mundo de sonhos...
obrigada pela leitura
bj


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 12/07/2016 16:37  Atualizado: 12/07/2016 16:38
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12487
 Re: Noite Serena P/Gyl
Poeta Amigo, também eu fiquei presa na beleza deste
poema sereno, maravilhoso e de enternecido lirismo, adorei um grande abraço de admiração Vólena


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 13/07/2016 12:31  Atualizado: 13/07/2016 12:31
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2975
 Re: Noite Serena
Gyl

Que lindo teu poema!

Fiquei tocada pelas palavras de tanto sentimento.

Beijo.

Branca


Enviado por Tópico
Nininha
Publicado: 13/07/2016 23:50  Atualizado: 13/07/2016 23:50
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2016
Localidade:
Mensagens: 1717
 Re: Noite Serena P/ Gyl
Olá Gyl;
Um poema doce que tornei favorito pelos sentimentos expressos e para poder reler quando me apetecer...adoro!
Obrigada por partilhares!
Beijos mil


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 14/07/2016 20:31  Atualizado: 14/07/2016 20:31
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Noite Serena
Há nos teus versos uma paixão desesperada, igual mesmo a dos amantes quando estão longe um do outro, e a alma grita, pede, implora...

O poeta bem sabe que expor em versos o que vai na alma, é um ato criativo que apenas poetas apaixonados são capazes de manifestar. E você, é um deles, Gyl, parabéns pela sensibilidade poética!

Beijinhos!!


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 18/07/2016 21:18  Atualizado: 18/07/2016 21:18
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1362
 Re: Noite Serena
Delicia!
Quando a noite inspira, o poeta cria.

Parabéns.
Abraço de mar