https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Exercício Poético (Da Velha Dor)

 
Quanto mais te conheço...
Mais te estranho
Desconfio do teu contorno
A suavidade da tua voz
Tua vontade que obedeço
Cada palavra que entranho
Corpo frio, chão morno
Dor aguda e atroz

Desmembro a vida
Dia após dia
Desenho-te os lábios
Nos meus sós
Beijo-te de seguida
Nesse olhar que se perdia
Pensamentos sábios
Deste amor entre nós


A Poesia é o Bálsamo Harmonioso da Alma

 
Autor
Alemtagus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
331
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
58 pontos
6
6
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Chou
Publicado: 06/02/2017 01:03  Atualizado: 06/02/2017 01:03
Colaborador
Usuário desde: 01/02/2017
Localidade:
Mensagens: 504
 Re: Exercício Poético (Da Velha Dor)
Pior que é bem desse jeito mesmo


Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 06/02/2017 11:39  Atualizado: 06/02/2017 11:39
Colaborador
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3962
 Re: Exercício Poético (Da Velha Dor)

Adorável ler-te!
Sempre!
Me emociona!
Um beijinho!

*-*


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 06/02/2017 16:22  Atualizado: 06/02/2017 16:22
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: Exercício Poético (Da Velha Dor)
e é sempre assim;
a re.leitura de um mesmo
caminho
mesmo pisando
de novo em espinhos.

peço licença para levar
este poema.

bjo

Mary