https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 28 »
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (Da Declaração)
Se um dia disser como te sinto Libertar num segredo estes nós E depois chegar de novo a viver Sab...
Enviado por Alemtagus
em 06/09/2017 19:08:29
Offline
Alemtagus
Dança a Dois
Quatro braços entrelaçados Acolhidos por quatro beijos Em danças a quatro passos Mornos sabores a...
Enviado por Alemtagus
em 25/08/2017 19:18:45
Offline
Alemtagus
Sem Terra e Sem Mar
Virar do avesso a noite e o dia Sem sentir medo de ser gente De dar passos curtos em frente De so...
Enviado por Alemtagus
em 22/08/2017 19:09:36
Offline
Alemtagus
A Branco e Preto
Vendi dois sonhos meus ao mar Ambos de duas cores diferentes Um era escrito, o outro cantado Esco...
Enviado por Alemtagus
em 18/08/2017 18:14:37
Offline
Alemtagus
Só Um Beijo
Envenenei de paixão o beijo que me deste Embrulhado no aconchego dos teus braços Por entre tantas...
Enviado por Alemtagus
em 16/08/2017 18:49:01
Offline
Alemtagus
Sem Alma, Um Grito
A ideia sublime de que o amor é paixão Substitui o horizonte que o olhar alcança Dobra-se em múlt...
Enviado por Alemtagus
em 15/08/2017 19:00:13
Offline
Alemtagus
Poema Negro
Não iludo morte ou sorte Nem mesmo dia e noite Ou coisa que mais valha Não há vida que importe Ou...
Enviado por Alemtagus
em 31/07/2017 18:20:49
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (Do Jumento)
Despido de si, letras e palavras Nu e mudo no olhar das gentes Debaixo do frio e lento vento Deba...
Enviado por Alemtagus
em 27/07/2017 18:25:22
Offline
Alemtagus
Olhar Pintado à Mão
Os dias entrelaçam-se no peito A dor atroz consome sem jeito Um último olhar sobre seu leito A no...
Enviado por Alemtagus
em 25/07/2017 18:29:21
Offline
Alemtagus
Pranto do Pintor
Todos os mundos choram assim Com a camisa rasgada no peito E os pés desgastados pelo chão A flor ...
Enviado por Alemtagus
em 12/07/2017 17:28:40
Offline
Alemtagus
Carpe Diem
Contaste-me no tempo inteiro As horas que os anos ainda têm No desprezo dos escassos dias Cortas-...
Enviado por Alemtagus
em 11/07/2017 17:42:25
Offline
Alemtagus
A Moeda
Deixa-me ser o teu outro lado E a vaidade de estar sempre aí No recanto perdido do teu olhar Deix...
Enviado por Alemtagus
em 07/07/2017 17:54:18
Offline
Alemtagus
Na Fina Linha do Limbo
Ainda vivo solto naquela vertigem De uma hipérbole de espaços vazios Que se eclipsa entre os dois...
Enviado por Alemtagus
em 06/07/2017 11:27:55
Offline
Alemtagus
Para a Minha Pedra Tumular
Os teus olhos desfraldam silentes As últimas bandeiras a meia haste Quando a nova flor renasce ci...
Enviado por Alemtagus
em 05/07/2017 19:29:03
Offline
Alemtagus
A Carta que Nunca te Escrevi ou a Simples Confissão do Meu Maior Crime (Parte XXXVII)
No dia em que te sonhei pela primeira vez estava deitado entre as espigas do meu Alentejo, a desp...
Enviado por Alemtagus
em 03/07/2017 13:07:11
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (Da Melancolia)
Não te percas da saudade que trazes No aconchego de um último abraço Desses que se dão entre pais...
Enviado por Alemtagus
em 29/06/2017 18:31:20
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (De Alguma Inconsistência Alcoólica)
Sinto-me puramente impuro Uma perfeita banalidade Algo castiça de ar rasca Juro por fado sem futu...
Enviado por Alemtagus
em 27/06/2017 18:44:37
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (Do Poema Perfeito)
Queria que o poema fosse perfeito Pensei acabar sem escrever nada Um rabisco por aqui, outro por ...
Enviado por Alemtagus
em 23/06/2017 18:24:06
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (De um Quadro Abstrato)
Sorrateira deixa-me a sombra Escanzelada, cansada, nua Que esvazia no tempo morto Esgueira-se pel...
Enviado por Alemtagus
em 22/06/2017 17:59:05
Offline
Alemtagus
A Carta que Nunca te Escrevi ou a Simples Confissão do Meu Maior Crime (Parte XXXVI)
O dia esconde-se a cada movimento do ponteiro dos segundos, faz-me sentir que deixei algo para fa...
Enviado por Alemtagus
em 20/06/2017 17:06:17
(1) 2 3 4 ... 28 »