https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 34 »
Offline
Alemtagus
(G)Astronomia
As estrelas passeavam-se no escuro Bailavam duas entre si em segredos Que os putos traduziam aqui...
Enviado por Alemtagus
em 21/01/2023 22:19:30
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (Da Ilusão)
Fazem das tuas palavras a ilusão Uma outra versão deste caminho Dos passos circulares que deste N...
Enviado por Alemtagus
em 16/01/2023 17:33:36
Offline
Alemtagus
Execício Poético (O Carrasco)
Afiava desconfiado o machado E descansado goleava a cerveja A barba farta enfeitada de nós É um P...
Enviado por Alemtagus
em 15/01/2023 16:41:32
Offline
Alemtagus
O Censurado
Caiu num charco de desgraça o inútil Passou a vida a remar contra a maré Com um passo apressado e...
Enviado por Alemtagus
em 07/01/2023 21:29:56
Offline
Alemtagus
A Censura
Espetou uma faca de lâmina torcida Pela cega e afiada lei da mordaça Leu os direitos e rasgou-lhe...
Enviado por Alemtagus
em 05/01/2023 15:26:37
Offline
Alemtagus
Exercício Poético (Do fim)
A morte tremeu diante de um Homem Baixou a cabeça com tristeza e chorou Olhou de soslaio a vida s...
Enviado por Alemtagus
em 04/01/2023 10:12:59
Offline
Alemtagus
Os meus votos para 2023
Quem em 2023 recaia sobre vós o dobro dos desejos que deixaram para todos os outros.
Enviado por Alemtagus
em 01/01/2023 08:47:41
Offline
Alemtagus
O Psiquiatra
Doutor, escrevo porque escrevo Sem saber porque grito se não caio Ou porque choro sem óbvia trist...
Enviado por Alemtagus
em 28/12/2022 11:38:38
Offline
Alemtagus
Livro das Ofensas XII
Silencia-te aberração Amante de amantes Néscia serpente Pecado por putrefação Sangue dos diamante...
Enviado por Alemtagus
em 27/12/2022 21:31:15
Offline
Alemtagus
Livro das Ofensas XI (Pragas de um Fim de Ano)
Que vos caiam em dobro Em vossos peitos e costas Tal intenso cheiro salobro Das entranhas exposta...
Enviado por Alemtagus
em 24/12/2022 10:44:07
Offline
Alemtagus
Livro das Ofensas X
O arrogante libertou um sonoro arroto Passeou-se por ali, de lado para lado A revirar a cabeça co...
Enviado por Alemtagus
em 21/12/2022 21:05:32
Offline
Alemtagus
O Último Sonho de Scrooge
Tinha Dickens acabado de escrever as duas opções que teria Ebenezer Scrooge e ele, sentado na sua...
Enviado por Alemtagus
em 19/12/2022 21:28:11
Offline
Alemtagus
10º Solilóquio
As palavras derretiam no papel, O alvo sustento que as aparava Deliciava-se nu naquele vício Com ...
Enviado por Alemtagus
em 15/12/2022 15:29:22
Offline
Alemtagus
Livo das Ofensas IX
Excelentíssimo Senhor Doutor e Esposa Venho por este meio, por outro não ter Felicitar-vos pelo a...
Enviado por Alemtagus
em 13/12/2022 17:53:43
Offline
Alemtagus
Luzes de Natal
As ruas pintadas de natal brilhavam-lhe nos olhos já enxugados com um pedaço velho de papel, lemb...
Enviado por Alemtagus
em 11/12/2022 11:08:26
Offline
Alemtagus
Livro das Ofensas VIII
Conspurcaste a palavra no esgar desse ódio A quem rasgaste lentamente o útero Num sacrifício doen...
Enviado por Alemtagus
em 08/12/2022 10:19:00
Offline
Alemtagus
5ª Vaga
Quantos dias são os da minha morte Se os contar de amanhã para diante Sem esquecer os que antes n...
Enviado por Alemtagus
em 01/06/2022 20:44:03
Offline
Alemtagus
A Quem Matou a Rima
Sois vós escritores de pena em riste Que traís a poesia dos pais da palavra Daqueles que vos ensi...
Enviado por Alemtagus
em 31/05/2022 09:21:55
Offline
Alemtagus
4ª Vaga
Quando a vida lhe passou ao lado E inerte o olhou de relance Bom e mau, bela e feia Chorou o dest...
Enviado por Alemtagus
em 31/05/2022 08:23:59
Offline
Alemtagus
3ª Vaga
Castraram-lhe o olhar E de si todos os horizontes Sentimentos, razões, chão Toda a capacidade de ...
Enviado por Alemtagus
em 19/05/2022 09:00:40
(1) 2 3 4 ... 34 »