https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

assédio

 
Tags:  poesia  
 




é o tamborilar da
chuva o espanto que me
toma
como um banho sufocado
querendo afugentar
máculas

aquelas tatuagens borradas
de tão apaixonadas
de mim.

lá fora, cospe o vento
o intragável
tempo
que ofertei no desespero
de mudar
o que nunca em mim se desfez
... o cio da poesia
masturbado com voraz
insensatez














Nem sempre as palavras que me carregam
contam de mim, e, ainda assim. suportam tudo que levo,
porque sabem do meu gosto de pensar...





 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
1010
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
8
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HÓRUS
Publicado: 15/05/2017 12:25  Atualizado: 15/05/2017 12:25
Da casa!
Usuário desde: 08/04/2017
Localidade:
Mensagens: 309
 Re: assédio
Neste deambular louco
Onde nada fica por dizer
Num cantarolar rouco
Daquilo que falta, tanger...


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 15/05/2017 18:54  Atualizado: 15/05/2017 18:54
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29955
Online!
 Re: assédio
Lindas palavras que se masturbam em um lindo gozo poético


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/05/2017 19:26  Atualizado: 17/05/2017 19:26
 Re: assédio
..."o cio da poesia /masturbado /com voraz/ insensatez" Muito seu, pessoal e intransferível. Parabéns.


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 17/05/2017 22:02  Atualizado: 17/05/2017 22:02
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: assédio / PARA MARY SSANTOS
Há palavras que se deixam florescer e ao mesmo tempo desnudar-se, como na sua poesia, Mary !

Incrível como as palavras, matéria prima da poesia tem o poder de nos transportar para o reino onde elas foram concebidas. E aí a gente suspira!

Parabéns MarySSantos!

Beijinhos