https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Exercício Poético (De Mais Um Ciclo de Vida)

 
O vento amacia a face das fragas
Por entre voos rasantes de gaivotas
Perdidas entre as cores do arco-íris
Abres as mãos com que me afagas
No vernáculo das vidas devotas
Apertadas nos braços de Osíris

O Sol queima a dor do corpo servil
A esgueirar-se entre a fina chuva
Que cai insistente no chão queimado
Do olhar nu de gente louca e pueril
Cega-se o horizonte numa tela turva
Feita flor de um jardim perfumado

Dos dementes solta-se esta vozearia
Estridente e deprimente forma de ser
Que se apaga num eclipse quase efémero
Passo a passo lá vai a última romaria
Num andar trôpego de quem sabe sofrer
Neste trapézio sem rede mortífero


A Poesia é o Bálsamo Harmonioso da Alma

 
Autor
Alemtagus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
271
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
2
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rodas
Publicado: 10/06/2017 22:40  Atualizado: 10/06/2017 22:40
Da casa!
Usuário desde: 16/01/2017
Localidade:
Mensagens: 367
 Re: Exercício Poético (De Mais Um Ciclo de Vida)
excelente escolhas das palavras.