https://www.poetris.com/
Poemas : 

Oh! Amor!

 
Oh! Amor, louco amor!... Quase enlouqueço
ao imaginar-te de mim distante!
Dilacera-se o pobre peito arfante
e, oh! Pobre de mim! De mim esqueço.

Oh! Amor, louco amor!... Por favor!... Peço
que nunca falte amor ao teu amante
que por ti tem, Amor, amor e apreço,
pois amor vale mais que diamante.

Se um dia partires for, forte Amor,
não me abandones ao sabor da sorte;
Não deixes a minh'alma mal ferida

Talvez eu não suporte tanta dor
Tanta dor, Amor, que desejo a morte
Do que viver sem ti essa pobre vida!

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
139
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
67 pontos
13
7
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 15/08/2017 03:14  Atualizado: 15/08/2017 03:14
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 5337
 Re: Oh! Amor!
Que belo! Puro romantismo!!Amei...Levei!

Parabéns,abraço


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 15/08/2017 10:45  Atualizado: 15/08/2017 10:46
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 4836
 Re: Oh! Amor!
Que coração afável! Isto é verdadeiro amor, que devia habitar no corações de todos os homens. Linda declaração de amor, amei. Parabéns poeta.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 15/08/2017 14:16  Atualizado: 15/08/2017 14:16
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8598
 Re: Oh! Amor!/ PARA GYL
Uma poesia que faria inveja aos grandes sonetistas seculares, pela obediência às regras e a emoção expressa nos versos cantantes que caracteriza o soneto!
"Oh! Amor! - tem tudo o que eu gosto, Gyl, que é o sentir até arrepiar a pele!

Bravos poeta Maior !!

Beijos de paixão e admiração!


Enviado por Tópico
johnmaker
Publicado: 15/08/2017 16:25  Atualizado: 15/08/2017 16:25
Colaborador
Usuário desde: 02/05/2016
Localidade:
Mensagens: 1150
 Re: Oh! Amor!
...
antecipando algo que está distante mas está, incrivelmente dentro de nós, o amor . Soneto forte e enxuto, com gosto de eternidade. Parabéns


Enviado por Tópico
Ana_She
Publicado: 15/08/2017 19:42  Atualizado: 15/08/2017 19:42
Da casa!
Usuário desde: 15/04/2017
Localidade:
Mensagens: 286
 Re: Oh! Amor!
Boa tarde, Gyl :)

É lindo de ler o Poeta talentoso e romântico, quedado de amor ...

Aplausos mil!

Abraço fraterno

Ana


Enviado por Tópico
verasalviano
Publicado: 19/08/2017 07:40  Atualizado: 19/08/2017 07:40
Da casa!
Usuário desde: 16/08/2017
Localidade: Minas/Brasil
Mensagens: 298
 Re: Oh! Amor!
Amor...Amor...
Que não tem como domar nessa ânsia de sexdar...
Enlouquecer de amor é meu vicio...
Desde que amei uma foto, um olhar e um sorriso.

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 19/08/2017 14:25  Atualizado: 19/08/2017 14:28
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1168
 Re: Oh! Amor!
Soneto de "primeira apanha"! Muito bom o tema, classissismo romântico. Forma e rima. Vocabulário.
O morrer de amor "Tanta dor, Amor, que desejo a morte" e a vida sem sentido "Do que viver sem ti essa pobre vida!" sem amor ou à distância.

Nasce da loucura o amor "Oh! Amor, louco amor!... Quase enlouqueço" e a força da distância "ao imaginar-te de mim distante!" que potencia o sentimento "Dilacera-se o pobre peito arfante".
Soneto que pode ser lido do fim para o principio, mantendo a mesma intensidade.
Muito, muito bom! Parabéns.
Um abraço de mar

https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=296191

(dê uma vista de olhos no comentário feito no poema do link) Publicado: 12/07/2015 15:22 Atualizado: 12/07/2015 15:22

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 13/09/2017 12:32  Atualizado: 13/09/2017 12:32
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 10663
 Re: Oh! Amor! p/Gyl
Que beleza, que amor de poema! Só um grande poeta
como o Amigo poderia causar tanta emoção, obrigada e um abraço bem forte! Vólena