https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Te Choro Eu

 
Adelaide era "milady" de pouca idade.
Meia, para alguns, digamos que feia.
Sobrevivia junto com a mãe e uma tia
Construindo casas e castelos na areia.

Era uma andorinha querendo sair pela vida,
Alçar voo da Bahia, sair do pequeno vilarejo.
Se via nos negros olhos acesos o desejo
De cavalgar sem rédeas pelo planeta inteiro...

Queria ultrapassar os montes e as montanhas,
Singrar as superfícies espumosas dos oceanos,
Conhecer os Urais, os " Estates" , as "Espanhas"...
Adelaide, um "Poço das Danaides" os seus planos...

Ela queria sair a galope pelo planeta inteiro
Cavalgando veloz um baio cavalo campolina
Num dia azulado, uvas verdes, pela verde campina,
No canto do acanto, de outeiro a outeiro...

Deixemos Adelaide com seus devaneios.
Quem um dia não quis galgar um morro, nu,
Com uvas verdes, numa verde campina, dia azul,
De canto a canto, de outeiro a outeiro?

Quem não guarda em si um Ícaro calado,
Uma vontade de desbravar todo o mundo
De uma só vez, na velocidade de um segundo?
Não serei eu que irei lhe espantar os cavalos.

Vai Adelaide, que dentro de ti arde um deus!
Vai pela vida cavalgando pela florida campina
Mesmo que não seja num cavalo campolina...
Vai Adelaide! Se ninguém te chorar... Te Choro eu!




Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
371
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
12
5
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 03/05/2018 22:55  Atualizado: 03/05/2018 22:55
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 3389
 Re: Te Choro Eu
Um poema extraordinário, cada linha escrita expressa a liberdade contida de voar pela vida, em sonhos lindos!
Muito bom ler-te! Meus aplausos!
Abraço
Fhatima


Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 03/05/2018 23:09  Atualizado: 03/05/2018 23:19
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1371
 Re: Te Choro Eu
Um sonho com nome de mulher ou com asa de pássaro. Sonhar em terras longínquas. Em montes e vales. Flores e florestas...sonho de quem se encanta com a estória do lugar e de alguém que faz sonhar.
Belo sonho. Fosse a infância a "Adelaide" que tão bem nos ofereces. Belissimo!
Fui com "Adeliade" , sonhei.

Um abraço da Ilha


Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 04/05/2018 11:24  Atualizado: 04/05/2018 11:24
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2662
 Re: Te Choro Eu
Extraordinário, estimado amigo.

A realidade do mundo é dura e impiedosa; mesmo assim a gente deve voar para o conhecer.

Meus parabéns e um abraço!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 04/05/2018 11:53  Atualizado: 04/05/2018 11:53
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Te Choro Eu P/Gyl
...não chore, sinta a felicidade de uma Adelaide que sonha e vive a liberdade como um passarinho que canta a alegria
da campina florida e lhe sugere esses encantadores poemas, abraço Vó


Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 04/05/2018 13:55  Atualizado: 04/05/2018 13:55
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1397
 Re: Te Choro Eu
Lindo voo poético. Voei igualmente junto a Adelaide.
Adorei Gyl! Abraço carinhoso


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 04/05/2018 14:23  Atualizado: 04/05/2018 14:23
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2766
 Re: Te Choro Eu
Vai Adelaide! Se ninguém te chorar... Te Choro eu!

Chorar faz bem a alma um abraço Gyl